Tempo
|
Ribeiro Cristovão
Opinião de Ribeiro Cristovão
A+ / A-

De novo a saga europeia

14 set, 2021 • Opinião de Ribeiro Cristovão


Por estes dias, entram em campo quatro equipas portuguesas para um novo tempo nas competições europeias, três na Liga dos Campeões e apenas uma na Liga Europa.

Antes de mais, compete-me corrigir aqui um lapso e, ao mesmo tempo, apresentar desculpas pelo mesmo. Ontem, neste mesmo espaço, afirmei que em três jogos da última jornada do nosso campeonato da primeira Liga foram mostrados 110 cartões amarelos.

Trata-se, como é evidente, de um erro, porque do que realmente se tratou foi da marcação de 110 faltas nos três desafios em que foram intervenientes o Sporting, FCPorto, Santa Clara, Sport Lisboa e Benfica, Paços de Ferreira e Sporting de Braga. Ou seja, 40 no jogo de Alvalade, outros tantos em Ponta Delgada, e os restantes 30 no Estádio Capital do Móvel.

O que pretendi, e mantenho, foi chamar a atenção para um claro exagero de alguns dos nossos árbitros, que tira beleza e eficácia aos jogos, e que não têm comparação com a prática que é comum em campeonatos de outros países europeus.

As minhas desculpas, portanto, por este lapso involuntário.

Por estes dias, entram em campo quatro equipas portuguesas para um novo tempo nas competições europeias, três na Liga dos Campeões e apenas uma na Liga Europa.

Ainda que estando conscientes das dificuldades que esperam todos os nossos representantes, há razões para alimentar optimismo moderado, tendo em conta a necessidade de serem solidificadas as posições já conquistadas no "ranking" da UEFA, que nos permitem pensar na possibilidade de virmos a ter no futuro três equipas com entrada directa na fase de grupos da Champions.

O Benfica inicia esta noite esse difícil trajeto, na Ucrânia, onde o espera o adversário menos qualificado do grupo a que pertence, o Dínamo de Kiev.

Jogando no seu estádio, e orientando por um técnico muito conhecido e experiente, de seu nome Mircea Lucescu, o conjunto ucraniano parece estar em condições de causar alguns embaraços à equipa de Jorge Jesus, ainda que esta seja servida por jogadores cuja grande qualidade não parece comparável à do seu adversário desta terça-feira.

Portanto, espera-se e deseja-se uma boa entrada na presente edição da Liga dos Campeões, abrindo caminho à possibilidade de Sporting Clube de Portugal e Futebol Clube do Porto também virem a ter sucesso na jornada de amanhã.

Escalar esta montanha não é fácil, mas também não é impossível.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.