Tempo
|
Autárquicas 2021
36,21%
138Câmaras
14,12%
68Câmaras
11,44%
27Câmaras
7,75%
18Câmaras
5,76%
18Câmaras
4,02%
0Câmaras
2,46%
0Câmaras
1,59%
5Câmaras
1,03%
0Câmaras
11,49%
9Câmaras
  • Freguesias apuradas: 3022 de 3092
  • Abstenção: 45,51%
  • Votos Nulos: 1,61%
  • Votos em Branco: 2,52%

Ribeiro Cristovão
Opinião de Ribeiro Cristovão
A+ / A-

Vieira e o fim da linha

14 jul, 2021 • Opinião de Ribeiro Cristovão


Independentemente dos muitos e importantes aspectos da vida do Benfica, o futebol continua a ser a sua mola real.

Os órgãos sociais do Sport Lisboa e Benfica deram ontem um passo muito importante, tendente a clarificar a situação nebulosa que tem envolvido a maior colectividade do desporto português nestes últimos dias.

Finalmente reunidos, como o momento exigia, os actuais dirigentes expressaram no fim dos trabalhos que os levaram ao estádio da Luz durante mais de três horas, uma clara imagem de serenidade e uma segura firmeza de atentar com muita determinação na salvaguarda do futuro do clube, a curto prazo, expressando num extenso comunicado sete objectivos/preocupações visando os tempos delicados que aí veem.

À cabeça, a qualificação para a Liga dos Campeões Europeus, seguindo-se a conclusão do empréstimo obrigacionista em curso e o anúncio de eleições no clube até ao fim do ano em curso. E, claro, não deixando de visar de modo muito especial a necessidade de unidade no seio do universo benfiquista.

De novo, não há no comunicado de ontem à noite qualquer referência a Luis Filipe Vieira, o que se para uns é inaceitável, para outros constitui um aviso no sentido de fazer sentir ao presidente auto-suspenso que para ele a linha chegou ao fim, e que o clube da águia tem agora de seguir o seu caminho, iniciando um novo ciclo, todo ele carregado de dúvidas e de preocupações.

Independentemente dos muitos e importantes aspectos da vida do Benfica, o futebol continua a ser a sua mola real.

Daí a necessidade de centrar nele o foco, contratando e dispensando jogadores com critério, um dos pontos relevantes do comunicado ontem tornado público.

Benfica, vida nova? É o que vamos ver nos tempos que estão à porta.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Anti-Vieira
    14 jul, 2021 Esse tipo é tóxico 10:38
    Não só pela detenção e pelo que se ficou a saber da actuação de Vieira, mas há pelo menos 2 mandatos que LFV não devia ser Presidente do Benfica. Não só era um Presidente ausente, como tinha uma política desportiva errática, virada não para as vitórias mas para os negócios. Ainda por cima para negócios pouco ou nada claros que só serviam o bolso dele e não do Clube, Clube esse que só lhe servia de Escudo enquanto lançava os cambalachos costumeiros. E agora o advogado dele ainda vem dizer que ele "pensa em voltar ao Benfica e retomar" ... Se eu fosse a ele, pensava era em manter-me fora da Carregueira ...