Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Pedro Azevedo
Opinião de Pedro Azevedo
A+ / A-

O berbicacho de 2022

03 jan, 2022 • Opinião de Pedro Azevedo


O embaraço resulta da inusitada e inoportuna data do Mundial do Catar. A prova realiza-se de 21 de novembro a 18 de dezembro.

O ano que agora principia apresenta um problema de calendarização nunca antes vivido na história de quase 90 anos do campeonato português de futebol. O embaraço resulta da inusitada e inoportuna data do Mundial do Catar. A prova realiza-se de 21 de novembro a 18 de dezembro. É a primeira vez que a mais importante competição planetária de seleções está agendada para o inverno.

Juntando aos 28 dias de competição, estágios de preparação e viagens, os clubes ficarão privados dos jogadores convocados durante um mês e meio. O cenário vai implicar uma paragem de seis semanas da liga portuguesa e das competições europeias de clubes.

A UEFA trabalhou a tempo e horas e calendário, optando por condensar a fase de grupos da Liga dos campeões, Liga Europa e Liga Conferência entre 6 de setembro e 3 de novembro. Num calendário muito apertado de início da época 2022/23 acrescem as duas jornadas decisivas da Liga das Nações a 24 e 27 de setembro.

A Liga Portugal tem pouco espaço de manobra e quero acreditar que já esteja a pensar nas datas que melhor possam embutir em meses tão comprimidos. Para o impasse de uma decisão não servirá de desculpa o desconhecimento das datas da UEFA porque foram publicadas em julho do ano passado pelo organismo presidido por Aleksander Čeferin. Nem tão pouco a indefinição até março sobre a presença da seleção portuguesa no mundial, uma vez que as competições profissionais terão de parar com ou sem a equipa das quinas no Catar.

A Liga precisa de um calendário criativo que salvaguarde o interesse dos clubes, jogadores e adeptos e minimize os prejuízos do negócio durante a paragem provocada pelo Mundial. Reconheça-se que a empreitada não se afigura fácil. Mas os diferentes agentes do futebol precisam atempadamente de saber as linhas com que se cosem para a nova época. O calendário das competições nacionais é o berbicacho que urge resolver em 2022.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.