Tempo
|
Nota de Abertura
Nota de Abertura
A+ / A-

​Nota de Abertura

Um diploma que ofende a vida

01 fev, 2021 • Opinião de Nota de Abertura


Quando tanto se luta pela vida, dramaticamente atingida pela pandemia, o parlamento português acaba de aprovar a facilitação da morte. Se fosse promulgada a eutanásia, Portugal converter-se-ia num dos raros países do mundo a permiti-la. Triste vanguarda para um país que em vez de abrir portas à morte, deveria antes concentrar-se em tudo aquilo que nos pode salvar a vida.

Quando tanto se luta pela vida, dramaticamente atingida pela pandemia, o parlamento português acaba de aprovar a facilitação da morte. Triste vanguarda para um país que em vez de abrir portas à morte, deveria antes concentrar-se em tudo aquilo que nos pode salvar a vida.

A eutanásia viola claramente a Constituição, no seu texto e no seu espírito. Ninguém o ignora.

No nosso Estado de direito democrático, há mecanismos políticos e jurídicos que evitam a entrada em vigor de leis que ofendem os direitos constitucionais. Tais mecanismos devem ser agora devidamente utilizados.

Que não tenhamos menos coragem do que aqueles que em contra-ciclo com a pandemia que vivemos, aprovaram um diploma que ofende a vida, constitucionalmente protegida.

Se fosse promulgada a eutanásia, Portugal converter-se-ia num dos raros países do mundo a permiti-la.

Triste vanguarda para um país que em vez de abrir portas à morte, deveria antes concentrar-se em tudo aquilo que nos pode salvar a vida.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Ivo Pestana
    04 fev, 2021 RAM 12:46
    Sou cristão e sabem o que penso sobre a morte assistida? Querem morrer, morram!
  • José Cerca
    01 fev, 2021 Arouca 19:12
    Aceitar a eutanásia em tempos de pandemia é pornográfico." Que absurdo moral e político é este? Henrique Raposo in Expresso