Tempo
|
Henrique Raposo n´As Três da Manhã
Quartas-feiras, às 9h20, n'As Três da Manhã
A+ / A-
Arquivo
Os próximos anos “têm tudo para serem anos de tensão política e guerra”

Henrique Raposo

Os próximos anos “têm tudo para serem anos de tensão política e guerra”

12 jan, 2022 • Miguel Coelho , Marta Grosso


Henrique Raposo comenta a situação na Ucrânia, que nesta quarta-feira dá mote à reunião entre a Rússia e a União Europeia, e a tensão crescente entre a China e Taiwan.

“Acho que devemos estar bastante preocupados”, diz Henrique Raposo, lembrando que “a guerra na Ucrânia já está a decorrer há vários anos”.

Na opinião deste comentador d’As Três da Manhã, Vladimi Putin não aceita Estados democratas europeus nas suas fronteiras e vê-os como parte natural do território da Rússia.

“2022, 2023, 2024 têm todos os ingredientes para serem anos de tensão política e guerra”, defende Henrique Raposo. “A pandemia acelerou o processo que estava em curso, que era a corrosão da ordem internacional pós-Segunda Guerra. Ao destruir a casa, foram criadas as condições para que a Rússia e a China possam fazer as guerras pensadas”, defende.

No que toca à China, a tensão com Taiwan “passou a ser o tema número 1 nos EUA depois da pandemia. “Há tensões cada vez maiores entre os Estados Unidos e a China e a China, dizem muitos especialistas, tem uma janela de oportunidade para invadir Taiwan. Estes anos podem ser muito complicados”, alerta.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.