Tempo
|
Henrique Raposo n´As Três da Manhã
Quartas-feiras, às 9h20, n'As Três da Manhã
A+ / A-
Arquivo
“400 mil novos pobres são mais importantes que mil infetados por dia” - Henrique Raposo
“400 mil novos pobres são mais importantes que mil infetados por dia” - Henrique Raposo

Henrique Raposo

“400 mil novos pobres são mais importantes do que mil infetados por dia”

23 jun, 2021 • Marta Grosso


Henrique Raposo responde ao ralhete de Merkel a Portugal sobre a permissão para a entrada de turistas ingleses e insiste: está na hora de mudar a matriz de risco.

Não é um ralhete justificado”, diz o comentador d’As Três da Manhã. “Porque recebemos turistas ingleses? Porque temos 400 mil novos pobres. São mais importantes do que mil infetados por dia”, responde.

“Dão quatro estádios da Luz antigo que eram da classe média e caíram na pobreza”, sublinha, lembrando que estes novos pobres são também “400 mil novas pessoas que vão desenvolver novas doenças”.

Henrique Raposo critica a narrativa que se mantém na comunicação social e entre os políticos.

“Temos de mudar a matriz de risco”, insiste. “As televisões parece que não mudaram a narrativa, quando temos três milhões de pessoas vacinadas. Isto é desrespeitar a ciência”, que não nega que, mesmo com vacinas, o vírus continuará a ser transmitido.

Na opinião do comentador das quartas-feiras, se o foco continuar a ser a Covid-19, “vamos ter mais doenças a crescer, como a psiquiatria, que está a rebentar pelas costuras”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.