Tempo
|
Francisco Sarsfield Cabral
Opinião de Francisco Sarsfield Cabral
A+ / A-

Um grave ataque à democracia

14 mar, 2022 • Francisco Sarsfield Cabral • Opinião de Francisco Sarsfield Cabral


A invasão do Capitólio, em Washington, foi um dos mais graves, se não o mais grave, episódio da história da democracia americana. Há a esperança de que os políticos do partido republicano cessem de branquear este grave atentado à democracia.

Na semana passada um tribunal federal considerou culpado um texano de 49 anos, Guy Reffit, que participou na invasão do Capitólio (onde funcionam as duas câmaras federais), em 6 de janeiro de 2021. Recordo que, nesse dia, cerca de dez mil pessoas cercaram e invadiram violentamente o Capitólio, em Washington, incentivadas por Trump.

A invasão provocou cinco mortos e centenas de feridos, sobretudo entre os polícias, que não conseguiram travar a multidão.

O objetivo dos invasores era impedir que fosse certificada a vitória de Joe Biden na eleição presidencial. Trump defendia que aquela eleição tinha sido “roubada”, contra inúmeras declarações das autoridades competentes segundo as quais a eleição presidencial tinha sido livre e justa. Porém Trump proclamava aos seus apaniguados que nunca deveriam aceitar uma derrota.

Competia ao então vice presidente dos EUA, Mike Pence, certificar o resultado eleitoral. O que ele fez, com coragem – gesto que lhe valeu a fúria e os insultos de Trump.

A invasão do Capitólio foi um dos mais graves, se não o mais grave, episódio da história da democracia americana. Não se tratou de um ato irrefletido e espontâneo de uma multidão. Como toda a gente pôde ver na televisão, em direto, foi uma tentativa de alterar violentamente o resultado da eleição presidencial. Um golpe de Estado tentado, portanto.

No entanto, ao longo de mais de um ano desde que ocorreu a invasão do Capitólio, Trump e altos dirigentes do partido republicano, com raras exceções, classificaram os invasores de “pessoas correntes” e o assalto de “legítimo discurso político”.

Esta aberração democrática começa a ser posta em causa nos tribunais federais. O texano acima referido arrisca-se a uma pena de prisão que poderá ir até 20 anos.

Muitos outros julgamentos de implicados na invasão do Capitólio se irão seguir. Há a esperança de que os políticos do partido republicano acordem para a realidade do sucedido e cessem de branquear este grave atentado à democracia. Caso contrário, é a própria democracia americana que fica posta em causa.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.