Siga-nos no Whatsapp
Explicador Renascença
As respostas às questões que importam sobre os temas que nos importam.
A+ / A-
Arquivo
Sabe fazer transferências bancárias com o SPIN?

EXPLICADOR RENASCENÇA

Sabe fazer transferências bancárias com o SPIN?

24 jun, 2024 • Fátima Casanova


No Explicador Renascença desta tarde falamos sobre o novo método para transferir dinheiro, disponível a partir desta segunda-feira. É um serviço criado pelo Banco de Portugal, que dá pelo nome SPIN. Facilita também as transferências para as empresas, dispensando o IBAN.

O que é o SPIN?

O SPIN é uma funcionalidade que está disponível no homebanking e nas aplicações dos bancos e que permite fazer transferências bancárias indicando apenas o número de telemóvel.

Deixa de ser necessário colocar os 25 dígitos do IBAN, que é uma tarefa mais morosa e que exige maior atenção.

Com o SPIN basta procurar um destinatário na lista de contactos.

O SPIN também permite fazer transferências para empresas, utilizando o número de identificação de pessoa coletiva (NIPC), o que vem agilizar os pagamentos.

Não é preciso descarregar nenhuma aplicação?

Não, não é preciso. Está disponível na aplicação dos bancos. Nesta altura, há 14 que já aderiram. As instituições bancárias têm até 16 de setembro para disponibilizar esta ferramenta.

O SPIN só pode ser utilizado entre contas bancárias nacionais.

Os bancos não podem cobrar qualquer custo adicional por este serviço.

O que é que os clientes bancários têm de fazer para utilizar o SPIN?

Têm de associar o número de telefone à sua conta bancária para poder receber o dinheiro.

Já quem envia não precisa de o fazer. É claro que, no futuro, quanto mais pessoas aderirem a este serviço, mais fácil é transferir o dinheiro através deste sistema.

No caso das empresas, têm de associar o NIPC ao IBAN.

Como é que se associa o número de telemóvel à conta?

Essa operação pode ser feita na aplicação, no homebanking ou ainda ao balcão do banco.

Por razões de segurança, o número de telefone a associar tem de ser o mesmo que já se utiliza como identificação forte nas transferências bancárias, ou seja, trata-se do número onde se recebe a mensagem com o código para confirmar a transferência.

Qual é a diferença entre o SPIN e o MBWay?

Nas transferências através do MBway, o suporte é o cartão de débito, o que implica pagar uma anuidade por esse cartão. Já o SPIN tem como suporte a conta bancária. Portanto, quem não tiver cartão, não é impedido de fazer transferências.

Com o SPIN, o utilizador fica a saber qual o titular da conta de destino e assim confirmar que o dinheiro segue para o destinatário certo, antes de autorizar a transferência.

O SPIN também pode ser prático para contas com mais do que um titular, porque o mesmo IBAN pode estar associado a mais do que um número de telemóvel.

O SPIN não tem limite do número de transferências, ao contrário do MBWay, que só permite receber 50 transferências, num máximo de 750 euros por operação e por mês só podem ser recebidos e enviados 2.500 euros.

Porque é que se chama SPIN?

É a contração do S de Seguro, P de Prático e IN de INovador – SPIN. Um serviço que o Banco de Portugal afirma ser mais abrangente.

Reciclar e ganhar. Quanto pode valer a sua garrafa?
EUA. Joe Biden desistir das Presidenciais está a tornar-se um cenário provável?
Provas de aferição passam a Provas de Monitorização da Aprendizagem. O que muda?
Por que é que os Jogos Olímpicos podem levar a mais casos de dengue na Europa?
Caso das vacinas pode ameaçar reeleição de Von der Leyen?
Há cada vez mais portugueses sem médico de família atribuído. O que dizem os dados?
Perdeu a carteira? Governo anuncia novos serviços digitais
Alunos sem professores é uma situação recorrente. Porquê?
Cartão social. O que é e que famílias vão ter direito a ele?
Ataque contra Donald Trump. Que influência pode ter na campanha?
Por que é que os resultados dos rankings são todos diferentes?
O que se sabe sobre a nova estirpe da “varíola dos macacos”?
Portugal tem a população mais envelhecida da UE?
Portugal registou uma quebra de nascimentos no primeiro semestre do ano. Quais são os dados?
Quantos milionários há em Portugal?
O que prevê o novo acordo do Governo com os polícias?
Qual é o objetivo da cimeira da NATO?
Quem é que a PGR acusou de orquestrar uma campanha contra o Ministério Público?
Turismo. Quem escolhe Portugal para passar férias e quanto gastam os portugueses quando viajam?
Nova Frente Popular. O que é a união das esquerdas que venceu em França?
Ronaldo pode ser castigado por "marketing de emboscada". A culpa é do ritmo cardíaco
Eleições no Reino Unido. Os trabalhistas podem ganhar estas eleições?
O que é que Lucília Gago vai esclarecer no Parlamento?
Bolsas para alunos do ensino superior. Conheça as novidades
Por que é que continua a haver muitos votos desperdiçados?
200 mil utentes retirados da lista dos centros de saúde. O que se passa?
O Governo quer responsabilizar as administrações hospitalares pelas listas de espera de cirurgias. Como assim?
Os portugueses queixam-se de quê no livro de reclamações eletrónico?
Eleições em França. Como funciona a segunda volta?
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.