Siga-nos no Whatsapp
Explicador Renascença
As respostas às questões que importam sobre os temas que nos importam.
A+ / A-
Arquivo

Explicador Renascença

Porque existe o Dia Mundial dos Pobres?

17 nov, 2023 • Sérgio Costa


Data assinalada no domingo. O Papa Francisco escolheu uma frase bíblica para o sétimo Dia Mundial dos Pobres: “Nunca afastes o teu olhar de algum pobre”, salientando a superação da indiferença, levando o fiel a viver a misericórdia, a paz e amor para com os pobres.

Já no próximo domingo assinala-se o Dia Mundial dos Pobres, data em que múltiplas iniciativas lembram a necessidade de apoiar os mais desfavorecidos.

Como foi instituído o Dia Mundial dos Pobres?

Foi instituído pelo Papa Francisco e convoca aqueles que têm a missão de apoiar os que sofrem pela precariedade da existência e pela falta do necessário a uma vida digna. É celebrado anualmente no mês de novembro.

O Dia Mundial dos Pobres comemora-se no 33.º domingo do Tempo Comum do calendário litúrgico. Por isso, este ano calha a 19 de novembro, mas não há uma data fixa.

Que mensagem deixou o Papa para este dia?

Francisco lembra que vivemos um momento histórico que não favorece a atenção aos mais pobres. O volume sonoro do apelo ao bem-estar é cada vez mais alto, enquanto se põe o silenciador relativamente às vozes de quem vive na pobreza.

Quais são os dados mais recentes sobre a pobreza em Portugal?

Da população portuguesa, 20,1% estava em risco de pobreza ou exclusão social, em 2022. 1,7 milhões estão em risco de pobreza, ou seja, vivem com rendimentos inferiores a 551 euros mensais.

Há outro dado muito relevante. Se até ao início do século a população mais idosa era a mais exposta à situação de pobreza, nos últimos anos acentuou-se a pobreza das crianças e dos jovens, com índices de pobreza superiores aos da população idosa e mesmo do conjunto da população.

Estes são dados do mais recente Índice de Justiça Intergeracional para Portugal revelado em Outubro.

O que nos diz isso para o futuro?

Os investigadores sublinham que esta mudança no perfil da população pobre, com particular incidência nas crianças, poderá, se não for contrariada, tornar-se difícil de combater.

Se tal acontecer poderá acentuar o caráter estrutural da pobreza em Portugal e marcar de forma vincada as oportunidades e a qualidade de vida nos próximos anos.

E que respostas têm sido dadas?

Foi recentemente aprovada pelo governo a Estratégia Nacional Contra a Pobreza. São mais de 270 medidas para baixar a taxa de risco de pobreza para os 10% em 2030.

Será suficiente?

Os organismos que se dedicam a apoiar os mais desfavorecidos dizem que não. Aliás, têm sido repetidos alertas sobre as dificuldades financeira das Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS).

Esta semana, os bispos portugueses lembraram a necessidade de o Estado comparticipar a 50% o apoio social. Comparticipação que, nesta altura, está nos 36%, muito abaixo do estabelecido no pacto de cooperação assinado no tempo do governo de António Guterres.

Reciclar e ganhar. Quanto pode valer a sua garrafa?
EUA. Joe Biden desistir das Presidenciais está a tornar-se um cenário provável?
Provas de aferição passam a Provas de Monitorização da Aprendizagem. O que muda?
Por que é que os Jogos Olímpicos podem levar a mais casos de dengue na Europa?
Caso das vacinas pode ameaçar reeleição de Von der Leyen?
Há cada vez mais portugueses sem médico de família atribuído. O que dizem os dados?
Perdeu a carteira? Governo anuncia novos serviços digitais
Alunos sem professores é uma situação recorrente. Porquê?
Cartão social. O que é e que famílias vão ter direito a ele?
Ataque contra Donald Trump. Que influência pode ter na campanha?
Por que é que os resultados dos rankings são todos diferentes?
O que se sabe sobre a nova estirpe da “varíola dos macacos”?
Portugal tem a população mais envelhecida da UE?
Portugal registou uma quebra de nascimentos no primeiro semestre do ano. Quais são os dados?
Quantos milionários há em Portugal?
O que prevê o novo acordo do Governo com os polícias?
Qual é o objetivo da cimeira da NATO?
Quem é que a PGR acusou de orquestrar uma campanha contra o Ministério Público?
Turismo. Quem escolhe Portugal para passar férias e quanto gastam os portugueses quando viajam?
Nova Frente Popular. O que é a união das esquerdas que venceu em França?
Ronaldo pode ser castigado por "marketing de emboscada". A culpa é do ritmo cardíaco
Eleições no Reino Unido. Os trabalhistas podem ganhar estas eleições?
O que é que Lucília Gago vai esclarecer no Parlamento?
Bolsas para alunos do ensino superior. Conheça as novidades
Por que é que continua a haver muitos votos desperdiçados?
200 mil utentes retirados da lista dos centros de saúde. O que se passa?
O Governo quer responsabilizar as administrações hospitalares pelas listas de espera de cirurgias. Como assim?
Os portugueses queixam-se de quê no livro de reclamações eletrónico?
Eleições em França. Como funciona a segunda volta?
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.