Tempo
|
Euranet
Euranet
Os assuntos da atualidade naiconal e europeia numa parceria Renascença Euranet Plus.
A+ / A-
Arquivo

Turismo recupera parcialmente em 2021

21 dez, 2022 • Vasco Gandra


Espanha foi o destino da UE mais popular para turistas internacionais, com 114 milhões de noites passadas em alojamento turístico, cerca de 19% do total da UE.

O setor do turismo na União Europeia recuperou parcialmente em 2021 mas ainda assim abaixo dos níveis pre pandemia, revelou esta terça-feira o gabinete de estatísticas Eurostat.

Em 2021, residentes dos 27 Estados-membros da UE realizaram 879 milhões de viagens de turismo com pelo menos uma dormida. Representa mais 33% face a 2020 em que se fizeram cerca de 713 milhões de viagens. Apesar da recuperação parcial, o valor ficou abaixo do nível anterior à pandemia, em 2019, ano em que se realizaram 1,1 mil milhões de viagens turísticas.

Residentes de 3 Estados-membros - França (200 milhões de viagens), Alemanha (178 milhões) e Espanha (131 milhões) - representaram mais de metade das viagens realizadas em 2021. 56% dos residentes da UE fizeram pelo menos uma viagem de turismo, sendo que em Portugal o número atingiu quase 42%.

Espanha foi o destino da UE mais popular para turistas internacionais, com 114 milhões de noites passadas em alojamento turístico, cerca de 19% do total da UE.

Os dados disponíveis relativos a 2022, ainda parciais, relativos às dormidas em alojamentos turísticos apontam para níveis próximos ao período anterior à pandemia. Nos primeiros seis meses de 2022, as dormidas em alojamentos turísticos da UE atingiram 86% do nível pre pandemia (comparando com os primeiros seis meses de 2019).

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.