Tempo
|
Euranet
Euranet
Os assuntos da atualidade naiconal e europeia numa parceria Renascença Euranet Plus.
A+ / A-
Arquivo

EURANETPLUS

Cimeira UE-Balcãs reforça parceria estratégica

05 dez, 2022 • Vasco Gandra, correspondente da Renascença em Bruxelas


A Comissão apresentará um relatório sobre a implementação do plano económico e de investimento de cerca de 30 mil milhões de euros para ajudar a estimular a recuperação na região.

Os líderes da União Europeia (UE) e dos países dos Balcãs encontram-se esta terça-feira, em Tirana, na Albânia, para reforçar a parceria estratégica com a região e sublinhar a perspetiva europeia de uma adesão ao bloco comunitário.

A cimeira realiza-se pela primeira vez nos Balcãs Ocidentais, num sinal que a UE pretende enviar do empenho na região.

A Comissão apresentará um relatório sobre a implementação do plano económico e de investimento de cerca de 30 mil milhões de euros para ajudar a estimular a recuperação na região e informará sobre o pacote de apoio energético de mil milhões de euros para o conjunto dos países, permitindo-lhes reforçar a ajuda às famílias vulneráveis e às PME.

No sentido de aprofundar a relação, a cimeira deverá fazer o balanço dos progressos realizados pelos Balcãs Ocidentais rumo a uma integração futura no mercado interno comunitário.

Os líderes vão também debater os desafios comuns decorrentes da guerra da Rússia contra a Ucrânia e a forma de combater os efeitos negativos em particular nas áreas da energia e na segurança alimentar. Deverão ainda discutir formas de reforçar a segurança e criar resiliência contra a ingerência estrangeira.

Outro assunto a merecer destaque é a gestão conjunta da migração, já que os números relativos à rota migratória dos Balcãs Ocidentais aumentaram no último ano. A Comissão Europeia aliás detalhou hoje um plano de ação para ajudar a gerir os fluxos migratórios que passam pelos Balcãs rumo aos Estados-membros da União.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.