Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Euranet
Euranet
Os assuntos da atualidade naiconal e europeia numa parceria Renascença Euranet Plus.
A+ / A-
Arquivo

Presidente do Parlamento Europeu lança iniciativa para recolha de geradores para a Ucrânia

23 nov, 2022 • Vasco Gandra, correspondente em Bruxelas


Geradores deverão permitir ajudar a manter as instalações essenciais do país a funcionar, fornecendo energia a hospitais, escolas, instalações de abastecimento de água, abrigos e postos de comunicação.

A presidente do Parlamento Europeu, Roberta Metsola, e Dario Nardella, presidente da Câmara de Florença e da Eurocities - rede de 200 grandes cidades da Europa - e as autoridades ucranianas lançaram esta quarta-feira a iniciativa "Geradores da Esperança" de recolha de geradores e transformadores de energia junto das cidades europeias para ajudar os ucranianos a enfrentar o frio inverno que se aproxima.

"Apelo a todas as cidades, vilas e regiões da Europa para se juntarem à campanha "Geradores de Esperança". Juntos, podemos fazer uma diferença real", afirmou Roberta Metsola em conferência de imprensa, à margem da sessão plenária do Parlamento que decorre esta semana em Estrasburgo.

Como resultado da guerra da Rússia contra a Ucrânia e da destruição de infraestruturas civis ucranianas, grande parte da rede elétrica do país foi danificada, deixando milhões de pessoas sem eletricidade nem gás.

Os geradores deverão permitir ajudar a manter as instalações essenciais do país a funcionar, fornecendo energia a hospitais, escolas, instalações de abastecimento de água, abrigos, postos de comunicação, entre outros.

O presidente da câmara de Florença informou que na próxima semana deverá apresentar pormenores sobre a iniciativa. O projeto conta com a participação de pelo menos 80 cidades europeias.

À iniciativa juntou-se o chefe de gabinete do presidente Zelensky, Andriy Yermak, que saudou o apoio dos europeus, do Parlamento e da Eurocities à Ucrânia.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.