Tempo
|
Em Nome do Voto
Este podcast Renascença vai dar conta do que se passa na campanha eleitoral dos partidos com assento parlamentar, para lá dos argumentos dos políticos. "Em Nome do Voto" vai ouvir os testemunhos de quem anda na campanha de rua, aprofundar temas que marcam a agenda da Renascença, vai ter análise política, e ainda espreitar as sondagens e a campanha nas redes sociais.
A+ / A-
Arquivo
Como se constrói uma maioria absoluta?
Como se constrói uma maioria absoluta?

Como se constrói uma maioria absoluta?

10 jan, 2022 • Fábio Monteiro , Manuela Pires , Inês Rocha , Rodrigo Machado , André Peralta , Joana Gonçalves


É o adjetivo que António Costa mais ambiciona, mas que para já recusa verbalizar: “absoluta”. Desde 1974, apenas Cavaco Silva (duas vezes) e José Sócrates conseguiram alcançar a maioria absoluta. Em 1987 e depois em 2005, as maiorias absolutas saíram de eleições que foram convocadas após a dissolução da Assembleia da República.

Neste primeiro episódio de “Em Nome do Voto”, recuamos no tempo, para lembrar as circunstâncias em que aconteceram estas maiorias. Ainda o comentário do jornalista José Alberto Lemos e os últimos números da “sondagem das sondagens”, da Renascença.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.