Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Da Capa à Contracapa
Os grandes temas da atualidade em debate à Terça-feira, depois das 23h, na Edição da Noite. Uma parceria da Renascença com a Fundação Francisco Manuel dos Santos.
A+ / A-
Arquivo
Como responder aos desafios das Alterações Climáticas? - Da Capa à Contracapa

Da Capa à Contracapa

Como responder aos desafios das alterações climáticas?

25 mai, 2021 • José Pedro Frazão , Ana Marta Domingues


São convidados o autor, Filipe Duarte Santos, e António Costa Silva.

Há várias décadas que ouvimos o cientista Filipe Duarte Santos chamar a nossa atenção para os efeitos das alterações climáticas em Portugal e no mundo. Hoje essas alterações são uma realidade e uma preocupação de todos. Sabemos que a resposta aos desafios deve ser global, mas quanto tempo temos para travar o colapso? E como compreender o que se está a passar e contribuir de modo esclarecido para resolver o problema?

Vale a pena ouvir o debate na Renascença com base no novo livro «Alterações Climáticas», escrito por Filipe Duarte Santos e publicado na coleção de Ensaios da Fundação.

São convidados o autor e António Costa Silva, Professor no Instituto Superior Técnico e Presidente da Comissão Executiva do Grupo PARTEX OIL AND GAS, autor da Visão Estratégica para o Plano de Recuperação Económica de Portugal 2020-2030.

Pode ouvir à terça-feira na Edição da Noite da Renascença, no programa Da capa à contracapa. Ou mais tarde em podcast. A moderação está a cargo de José Pedro Frazão.

O Da capa à contracapa é um programa da Renascença em parceria com a Fundação Francisco Manuel dos Santos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Anónimo
    02 jun, 2021 Lisboa 10:58
    Podem começar por julgar a escumalha das grandes petrolíferas por crimes contra a humanidade. Que tenham o mesmo fim que os nazis tiveram.