Tempo
|
Conversas Cruzadas
Programa sobre a atualidade que passa ao domingo, às 12h00.
A+ / A-
Arquivo
A abstenção
A abstenção

CONVERSAS CRUZADAS

A abstenção

16 jan, 2022 • José Bastos


José Alberto Lemos, Nuno Botelho e Eduardo Baptista Correia na análise do risco da abstenção, debate Costa vs Rio e tensão NATO vs Rússia.

Quantos indecisos foram convencidos após o debate televisivo? Quantos eleitores foram resgatados à abstenção depois do confronto entre António Costa e Rui Rio? O que tem sido feito para suavizar a taxa de abstenção em eleições que decorrem num momento da pandemia Covid 19 com a variante Omicron?

Nos últimos dias, de norte a sul, as autarquias procuram soluções que garantam a segurança nas mesas de voto e o governo já decidiu uma medida prática, a garantia do reforço da vacinação para todos os envolvidos nas assembleias de voto.

Já a ministra da Administração Interna ainda aguarda o parecer pedido ao Conselho Consultivo da Procuradoria Geral da República para novas medidas, mas depois de ouvir os partidos disse estarem garantidas condições para que o voto antecipado em mobilidade chegue a 1 milhão e 200 mil eleitores, através de 2600 secções, número que poderá ser ampliado.

Entre as diferentes propostas, o governo estará a analisar a possibilidade de definir uma hora específica para que os eleitores em confinamento Covid possam votar. Francisca Van Dunen disse manter a abertura a todas as soluções para que “o maior número possível de eleitores vote dentro do quadro legal vigente” que não pode ser alterado a tempo das eleições, porque a Assembleia da República está dissolvida.

Muito pouco e tarde demais foi feito para evitar o aumento da abstenção? Nas legislativas de 2005 a abstenção foi de 35,6. Desde então aumentou sempre: 40,3% em 2009, 41,9% em 2011, 44,1% em 2015 e 51,4% em 2019. Apesar das insuficiências dos cadernos eleitorais, o tema parece não preocupar a classe política.

O risco da abstenção, o debate Costa vs Rio, a ausência de temas de política externa da campanha e a tensão Nato vs Rússia são questões para a análise de Nuno Botelho, líder da ACP – Câmara de Comércio e Indústria, Eduardo Baptista Correia, gestor, e e do jornalista José Alberto Lemos.

Finlândia e Suécia na NATO
9 de maio
08 mai, 2022

9 de maio

O papel da ONU
01 mai, 2022

O papel da ONU

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.