Tempo
|
Euranet
Casa Comum
A política nacional e europeia em debate à quarta-feira às 13h05 e às 23h20
A+ / A-
Arquivo
Projeções económicas de Bruxelas pressionam acordo no Conselho Europeu - Casa Comum
Projeções económicas de Bruxelas pressionam acordo no Conselho Europeu - Casa Comum

​CASA COMUM

Projeções económicas de Bruxelas pressionam acordo no Conselho Europeu

08 jul, 2020


No "Casa Comum" Francisco Assis e Paulo Rangel debateram ainda o acordo para a intervenção do Estado na TAP (no âmbito das ajudas que outros Estados europeus preparam para as suas companhias aéreas) e a lista de restrições de mobilidade definida pelo Governo britânico.

Os comentadores do programa "Casa Comum" da Renascença consideram que a Europa vai ter que dar uma resposta decisiva no pacote de medidas a levar à mesa dos chefes de Estado e de Governo na próxima semana.

Francisco Assis e Paulo Rangel concordam com a posição expressa esta semana pelos primeiros-ministros de Portugal e de Itália num encontro de preparação sobre o Conselho Europeu dos próximos dias 17 e 18.

Assis e Rangel debateram as novas previsões económicas apresentadas pela Comissão Europeia que agravou as suas estimativas de recessão para todos os Estados-membros. No caso de Portugal estima agora uma contração de 9,8% do PIB (Produto Interno Bruto), muito acima da anterior projeção de 6,8%, mas também da do Governo, de 6,9%.

Os líderes europeus vão debater e tentar aprovar as propostas da Comissão Europeia para o fundo de recuperação (com um valor global de 750 mil milhões de euros) e o Quadro Financeiro Plurianual (2021/2027).

Este conteúdo é feito no âmbito da parceria Renascença/Euranet Plus – Rede Europeia de Rádios. Veja todos os conteúdos Renascença/Euranet Plus.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.