Tempo
|
A+ / A-

Juncker: "Se permitirmos que a Catalunha se torne independente, outros irão fazer o mesmo"

13 out, 2017


Para já, o presidente da Comissão Europeia não aceita mediar negociação entre Madrid e Catalunha.

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, alertou esta sexta-feira para os perigos que uma eventual independência da Catalunha colocaria à União Europeia. "Se permitirmos que a Catalunha se torne independente, outros irão fazer o mesmo", disse.

Num discurso na Universidade do Luxemburgo, Juncker alertou para possíveis efeitos de contágio. "Não gostaria que daqui a 15 anos a União Europeia fosse composta por cerca de 98 estados", acrescenta.

E continuou: "Já é relativamente difícil com 28 estados e com 27 não seria mais fácil, mas com 98 seria completamente impossível".

De acordo com o Eurostat, a agência estatística europeia, existem 98 grandes regiões na Europa.

O presidente do Governo Regional da Catalunha, Carles Puigdemont, já pediu a mediação europeia no caso, mas o presidente da Comissão disse que não o ia fazer enquanto Madrid não o pedisse também.

Juncker ainda tem esperança que o primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, resolva o assunto como um problema interno. "Se os presidentes da Comissão e do Conselho Europeu, [Donald] Tusk, se envolverem na mediação com o pedido de apenas uma das partes, isso levaria a uma grande rejeição da União Europeia", disse Juncker.

“155 já”. A palavra de ordem no Dia da Hispanidade
“155 já”. A palavra de ordem no Dia da Hispanidade
Catalunha. Puigdemont​ declara independência, mas deixa-a em suspenso
Catalunha. Puigdemont​ declara independência, mas deixa-a em suspenso
Como é que a Catalunha chegou até aqui?
Como é que a Catalunha chegou até aqui?
Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Helder
    14 out, 2017 Braga 09:19
    Coitado... se for por isso não precisa lidar com a Catalunha. Não tem de lidar com o UK, não lida com a Suiça nem com a Noruega. Agora a liberdade dos povos é subordinada ao "não me dá jeito" ou ao "dá muito trabalho, por isso não". A UE lida com o Kosovo, e já agora com Eslovenia, Croacia, Bosnia, Montenegro, Servia e Albania.... temos pena. Catalunha livre e independente é uma questão de tempo. E não vamos esquecer a Escócia, que sairá do UK para entrar na UE, ou isso não lhe dá jeito na mesma? E Gibraltar que quer sair do UK mas não quer ser espanhola.... será que isso dá jeito ou vai ser ignorado. INCOMPETENTE.
  • Al
    14 out, 2017 Adelaide 05:46
    ....Pois e ca esta o tal problema desta "democracia do Ocidente"....quando e na casa dos outros e tudo muito lindo ....os povos teem direito a serem livres.....os povos teem direito a independencia.....e tudo pela liberdade dos povos......e esta organizacoes ate dao grandes apoios e fazem grande barulho par se dar a independencia aos povos.....mas quando toca ca na nossa casa ai a coisa fica PRETA......e os povos ja nao teem direito a ser independentes ......ja nao e libertacao...... ja nao faz qualquer sentido......coitados gente perdida em control deste Mundo.....estamos perdidos tambem !
  • já te fudi
    13 out, 2017 o caralho que te foda 21:49
    não lhe cabe um feijão no cu..... e está habituado a levar com grandes pirocos
  • demagogismos
    13 out, 2017 Olivença 21:46
    Tantos receios mas é muito estranho que quando foi o caso da ex-Jugoslávia não ouvi sequer uma voz contra por parte desta sociedade de políticos europeus que nos (governam) mais ainda intrometeram-se ao máximo no caso e veja-se até a grande barracada para não lhe chamar crime que foram cometer com a independência do Kosovo. Lendo ou ouvindo todos estes discursos dá para concluir que afinal Hitler é que estava no caminho certo ao pretender açambarcar toda a Europa, pode ser que agora apareça um novo Hitler na pessoa do senhor Rajoy e que finalmente tudo isto se venha a chamar Espanha.
  • Joaquim Soares
    13 out, 2017 Famalicão 20:41
    O que se passa com a Catalunha é um pouco como no país Basco, os habitantes dizem que vão de férias para o sul de Espanha???
  • SALAZAR
    13 out, 2017 LX 20:30
    ISTO RELEVA QUÃO MEDÍOCRES SÃO OS LÍDERES EUROPEUS. SABERÁ ELE O QUE É O DIREITO BÁSICO À AUTODETERMINAÇÃO DOS POVOS? SABERÁ ELE QUE MUITOS OUTROS PAÍSES, BEM MAIS PEQUENOS E POBRES, SE TORNARAM INDEPENDENTES, E MUITOS DELES ESTÃO NA UE? SÉRVIA, BÓSNIA, HERZEGOVINA, KOSOVO, CROÁCIA, REPÚBLICA CHECA, ESLOVÉNIA, LETÓNIA, ESTÓNIA, LITUÂNIA, ETC.. É POR ESTAS E POR OUTRAS É QUE MAIS VALE ACABAR COM ESTA UE DE POLÍTICOS MEDÍOCRES E CORRUPTOS. PORTUGAL FICARIA MELHOR SEM ELES. PS- POR FAVOR NÃO CENSUREM, COMO É HÁBITO. A LIBERDADE DE OPINIÃO É UM DIREITO BÁSICO QUE A RENASCENÇA DEVE RESPEITAR POR MUITO QUE SEJA PRÓ-SISTEMA, PRÓ-CATÓLICA, PRÓ-UE E PRÓ-MADRID.