A+ / A-

Tóquio 2020. Provas mistas em natação e atletismo

09 jun, 2017


Os Jogos Olímpicos vão ter 18 provas mistas no total, incluindo 4x400 metros, no atletismo, e 4x100 metros, na natação.

Os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 vão incluir provas mistas, com homens e mulheres a competirem entre si, no atletismo e natação.

O Comité Olímpico Internacional aprovou, esta sexta-feira, a introdução de eventos mistos em atletismo, natação, ténis de mesa e triatlo. Os Jogos vão incluir corridas mistas de testemunhos em 4x400 metros, no atletismo, e 4x100 metros, na natação.

O presidente do Comité, Thomas Bach, afirmou que os Jogos vão ser "mais jovens, mais urbanos e vão incluir mais mulheres".

Tóqui vai ter mais cinco desportos que o Rio de Janeiro, num total de 33, com os desportos já existentes a ganharem 15 eventos adicionais. Dois eventos no ciclismo, para homens e mulheres, e um evento exterior de três contra três em basquetebol, são os exemplos mais significativos. Nota, ainda, para a natação, que terá provas de estilo de 800 metros para homens e 1500 metros para mulheres.

As introduções de BMX estilo livre e de madison ao programa de ciclismo vão fazer do desporto sobre duas rodas o maior dos Jogos Olímpicos, em termos de medalhas, com 66. Outras adições incluem uma corrida de testemunhos mista no triatlo e duplas mistas no ténis de mesa.

Apesar do aumento de desportos, o número de atletas vai diminuir em 285 relativamente ao Rio 2016, com a maior representação feminina da história das Olimpíadas. O número de provas mistas vai subir de oito, no Rio de Janeiro, para 18, em Tóquio, sendo que todas as provas novas vão utilizar infrastruturas já existentes.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.