A+ / A-
Manchester City

Bravo sobre Ederson. "Tens sempre concorrência a este nível"

01 jun, 2017


Guarda-redes chileno vai dividir as atenções de Pep Guardiola, na baliza, com o recém-contratado ex-guardião do Benfica.

Claudio Bravo já esperava a concorrência do ex-Benfica Ederson Moraes no Manchester City e confessa não estar preocupado.

Em entrevista ao jornal "As", o guarda-redes chileno confessou que a chegada de Ederson ao clube não o surpreendeu. "Sabia desde o primeiro dia, porque era o curso natural que o clube ia seguir. Não renovaram com o Willy (Caballero) por causa da idade. Era o que havia no momento em que assinei", declarou.

Bravo não quis comentar a aquisição do guardião brasileiro, contratado ao Benfica por 40 milhões de euros. "Não há por que comentar. Não vem de mim. O meu futuro continuará ligado ao (Manchester) City por muito mais tempo. Desde o primeiro dia que sabia o que se ia passar, que é o que se está a passar agora. Willy não segue, contrata-se outro guarda-redes", evidenciou.

"Tens sempre concorrência a este nível. Assim foi no Colo Colo, na selecção, na Real Sociedad, no Barcelona, no City. Toda a vida foi uma competição. Sabia o panorama há muito tempo. É algo que não me preocupa e, se não soubesse, também não me preocuparia, porque o futebol é assim em alta competição e mais ainda nestes clubes poderosos em que, olhes para onde olhares, tens os melhores do mundo à tua volta", realçou o guardião chileno.

Época pouco positiva

Claudio Bravo admitiu que a sua primeira época em Inglaterra não correu como esperaria. "O trabalho tem dessas coisas. Há algumas épocas em que as coisas não correm bem", explicou. "As pessoas pensam que, por não jogares um jogo, estás a atravessar um mau momento ou estás triste todo o dia e não é assim. As questões do trabalho não me preocupam. Foi um ano que não esperava, mas espero que o próximo seja muito melhor".

Depois de ganhar seis títulos numa só temporada pelo Barcelona, foi duro chegar a Manchester e terminar a época sem títulos. "Vinha de temporadas cheias de êxitos, a nível máximo, e agora calhou-me uma onde não conseguimos os objetivos da equipa, mas isso não te retira a outra parte, nem a felicidade", ressalvou.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.