A+ / A-
França

Vice do Mónaco quer renovar com Jardim. O dono do clube promete não "bloquear" a saída

22 mai, 2017


O treinador português ainda não tomou uma decisão e promete que só o fará de "cabeça fria". Jardim é desejado em França, Itália e Inglaterra.

A continuidade de Leonardo Jardim é muito desejada no Mónaco, que se sagrou campeão com o treinador português, mas o técnico madeirense já afirmou que as decisões devem ser tomadas de “cabeça fria” e não condicionadas pelo momento de felicidade que ainda se vive no clube e no Principado.

Jardim tem interessados, nomeadamente o Inter de Milão, além de se falar também de Arsenal e de outros emblemas, como, em França, o próprio PSG.

Vadim Vasilyev, vice do clube monegasco, já disse que o clube irá “tentar renovar” com o português, mas o dono do Mónaco, o empresário russo Dimitri Rybolovev, assegura que não é sua intenção “bloquear” a carreira do treinador madeirense.

"Não estamos aqui para decidir o lugar dos homens, para bloquear, para lhes dizer sim ou não. Não temos problemas de dinheiro e não estamos obrigados a vender, mas no dia em que um jogador ou um treinador quiser partir, é inimaginável mantê-los aqui contra a sua vontade", disse Rybolovev.

O dono do emblema monegasco defende que “toda a gente tem o direito de procurar um futuro mais alto para a sua carreira”, pelo que não irão reter ninguém “contra a sua vontade".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.