A+ / A-
Sporting

Bruno sobre Campbell. "Regresso ao Arsenal? Até final da época tudo é possível"

21 mar, 2017


Presidente do Sporting "responde" ao anúncio feito pelo avançado costa-riquenho, que fecha praticamente a porta à continuidade em Alvalade.

Bruno de Carvalho não dá como certo o regresso de Joel Campbell ao Arsenal, no final da época, finalizando-se o contrato de empréstimo ao Sporting.

O cenário definido, anunciado pelo próprio avançado costa-riquenho, mereceu esta terça-feira, um comentário algo evasivo da parte do presidente leonino.

"Vamos ver o que sucede com ele. Até final da época tudo é possível. Temos um empréstimo, mas tudo pode acontecer, por isso há que esperar. É um grande jogador e não há dúvidas disso", afirmou o líder verde e branco, de visita à Costa Rica, em declarações ao jornal local La Nación.

Joel Campbell revelou, igualmente à publicação referida acima, que os leões não detêm opção de compra do seu passe. A evidência de uma utilização intermitente no Sporting ajudam a perceber os motivos que levaram a que o internacional costa-riquenho tenha praticamente fechado a porta à continuidade em Alvalade.

Sobre a escassa presença de Campbell no onze-tipo de Jorge Jesus - utilizado em 26 jogos mas apenas 11 como titular -, Bruno de Carvalho não deixou de reconhecer que a opção tomada pelo treinador acabou por atrapalhar a afirmação do jogador.

"Está a jogar bem, mas o nosso treinador não actua com extremos puros, preferindo jogar com futebolistas que atuem pelo interior. Mesmo assim, o Campbell fez bons jogos sempre que entrou", completou.

Campbell, de 24 anos, tem contrato com o Arsenal até Junho de 2018. O avançado cedido ao Sporting está ao serviço da selecção da Costa Rica, que defronta México e Honduras, em jogos da fase de apuramento para o Mundial 2018.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.