Tempo
|
48k
Rubrica sobre tecnologia com a jornalista Cristina Nascimento para ouvir quarta-feira às 21h40 e sábado às 7h40.
A+ / A-
Arquivo
Problemas com passwords? Português inventa gestor de palavras passe 100% offline
Problemas com passwords? Português inventa gestor de palavras passe 100% offline

48k

Problemas com passwords? Português inventa gestor de palavras passe 100% offline

15 jun, 2022 • Cristina Nascimento , André Peralta (sonorização)


Dispositivo ainda está em fase de desenvolvimento. Gera nomes de utilizador e palavras passe, liga-se por bluetooth aos dispositivos e pode ser usado sem tirá-lo do bolso.

Ainda está em fase de desenvolvimento, mas já tem nome – Guardian (guardião em inglês). Este gestor de passwords está a ser desenvolvido por um jovem empreendedor de Coimbra ligado ao Instituto Pedro Nunes que, como quase todos nós, percebeu a dificuldade em ter várias passwords, diferentes, com números, maiúsculas, caracteres especiais e todas as habituais regras de segurança.

A grande diferença deste gestor de palavras passe para outros é que este funciona através de um dispositivo físico totalmente offline.

O Guardian liga-se ao seu telefone, tablet ou computador por USB ou Bluetooth. Depois, escolhe os seus nomes de utilizador e a password por si e, de cada vez que precisar de usar uma password, o Guardian também escreve a palavra passe por si, mesmo sem tirar o aparelho do bolso.

Este gestor de palavras passe tem um suporte onde deve ser colocado todos os dias para carregar a bateria e tem memória interna na qual as passwords ficam registadas. É também nessa memória interna onde diariamente é feito um back up das passwords geradas.

O Guardian deve andar sempre consigo. Se por acaso perder ou for roubado, comprando um novo e ligando ao suporte do Guardian perdido, recupera todas as passwords. Quanto ao dispositivo perdido, pode ficar descansado que fica bloqueado com os seus dados biométricos.

Se ficou interessado nesta ideia, pode já inscrever-se na página de pré-campanha que em breve vai começar. Quando arrancar a angariação de fundos, será o primeiro a saber.

Mas afinal quanto custa o Guardian? O preço ainda não está fechado, mas será cerca de 100 euros. Na campanha de angariação de fundos, pode fazer um donativo no valor mínimo de 10 euros para garantir um aparelho. Se quiser ter acesso a uma versão premium do Guardian, pode contribuir com 250 euros e assegura um desses aparelhos com edição limitada.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.