Tempo
|
48k
Rubrica sobre tecnologia com a jornalista Cristina Nascimento para ouvir quarta-feira às 21h40 e sábado às 7h40.
A+ / A-
Arquivo
Guardar para ler, ver ou ouvir mais tarde. Conheça o "Pocket"
Guardar para ler, ver ou ouvir mais tarde. Conheça o "Pocket"

48k

Guardar para ler, ver ou ouvir mais tarde. Conheça o "Pocket"

04 mar, 2022 • Cristina Nascimento , André Peralta (sonorização)


Aplicação está disponível para ios e android e funciona com links para artigos ou vídeos.

Imagine que, naquele tempo em que pega no telemóvel, na volta pelos seus sites e redes sociais habituais, encontra algo que quer mesmo ler, ver ou ouvir, mas não tem tempo para o fazer nesse momento. Se tiver a aplicação "Pocket", a solução será simples. Carrega no botão de partilhar, mas em vez de escolher uma qualquer rede social, escolhe a opção “Adicionar ao Pocket” e o link é guardado no "Pocket". Se, por alguma razão, a opção “Adicionar ao Pocket” não estiver disponível, copia a ligação, abre a app e de imediato o Pocket pergunta se quer guardar o link copiado.

Depois, quando estiver, por exemplo, no autocarro ou no comboio, em vez de ter de voltar ao site e procurar o artigo que queria ler, basta entrar na app e lá estão reunidos todos os seus links.

Isto funciona para quase todo o tipo de conteúdos: artigos de um site de notícias, como a Renascença, uma recomendação de um vídeo de Youtube que alguém lhe enviou, uma entrada nova do seu blog favorito.

Esta aplicação tem uma ferramenta disponível que lhe permite ouvir um artigo escrito, com a vantagem de não ter de olhar para o ecrã, mas a leitura é feita em português do Brasil.

A ideia não é a mesma que reunir links nos Favoritos do seu browser, por exemplo. O objetivo é ir juntando nesta app links que depois, à medida que os vai lendo, vai apagando e substituindo por outros mais recentes que também lhe interessam.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.