Tempo
|

Renascença Ouve +
A+ / A-

Teresa Alves

A Teresa Alves já andou no meio da Amazónia


Um dia ela conta-lhe esta viagem inusitada!

- O que é que já aprendeste com as crianças?

Tenho a sorte de ter três sobrinhos, portanto, já aprendi muita coisa. Com o Francisco, o meu sobrinho mais velho, aprendi que é possível bater palmas só com uma mão. O Bernardo é mais existencialista e disse-me outro dia que o sol brilha mais quando se olha para o reflexo dele numa poça de água nos dias em que antes choveu… Com o pequenino, o António, descobri que ver dezassete episódios seguidos da Peppa Pig pode ser um pouco enjoativo.

- Uma música para dançar, uma para cantar a plenos pulmões e uma para ajudar a adormecer?
Para dançar, "Superstylin’" dos Gorillaz; para cantar, "Livin’ On a Prayer", dos Bon Jovi (aquele refrão tem um enorme potencial vocal para partir vidros!); e, para adormecer, a banda sonora do filme da Amélie. 


- Frio ou calor?

Frio e calor. Há coisa melhor do que ver as estações do ano mudar, cada uma com a sua beleza?

- Se acertasses nos números do Euromilhões a primeira coisa que fazias era…

Comprava duas casas enormes, uma para mim, outra para acolher pessoas mais velhas sem qualquer apoio familiar. Se bem que nunca vai acontecer porque eu não jogo no Euromilhões. Não tenho qualquer ambição de ser milionária, acho que sofro de uma condição (agora mesmo inventada por mim) chamada “capitalofobia”: medo de ter muito dinheiro nas mãos e das consequências desse estado.

- Qual foi a última vez que usaste um dicionário? (o Google não conta!)
Curiosamente, ontem. Tenho um dicionário de música que uso com frequência e é muito bom, chama-se The Oxford Dicionary of Music e comprei-o em Berkeley, na Califórnia, onde estive a estudar no início de 2015. 

- Nascer do sol ou pôr do sol?
Sem hesitar, o nascer do sol. Adoro a sensação de ter todo um dia cheio de possibilidades pela frente. Ou então, de vez em quando, de ter boas razões para só ir dormir de manhã!

- Um livro que recomendes?
Só um? "Uma Viagem à Índia", do Gonçalo M. Tavares. Há muita e boa literatura portuguesa a ser escrita hoje em dia, podemos e devemos dar-lhe valor.  

- Ainda imprimes fotografias ou ficam todas no computador e nunca vêem a luz do dia?

Imprimo com frequência fotos para oferecer a amigos e família em aniversários e datas especiais. A última vez que imprimi fotos para mim foi em 2010 depois de uma viagem inusitada à Amazónia. Cinco dias no meio da selva sem Internet ou rede de telemóvel permitiram-me contactar com a natureza de uma forma extremamente profunda e, por isso, memorável. 

- O teu telemóvel é sinónimo de…
Um objecto que eu perco (ou que me roubam) de 6 em 6 meses!

- Que música te faz pôr o rádio mais alto?
"Sweet Dreams" dos Eurythmics.

- Se pudesses trocar de vida com alguém durante um dia, com quem trocavas?
Com Barack Obama. Preferia trocar com alguém que me fizesse sentir, ainda mais, que a minha vida é mesmo espectacular!

- Facebook, Instagram ou Twitter?

Facebook para passar o tempo em que espero pelo metro, Instagram para retratar um fim de tarde na praia e fazer inveja a toda a gente e o Twitter para os momentos em que me sinto mais esperta.

- Confessa lá, qual o poster que tinhas na parede do quarto durante a adolescência?

A minha querida Mãe não me deixava ter posters porque achava que o quarto ficava feio. Eu bem tentei com um dos Cure mas nunca saiu do rolo…

- Se pudesses ter um superpoder qual seria?

Teletransporte! Não faço ideia se está na lista oficial dos superpoderes mas teletransporte resolveria todos os quiproquós da minha vida.

Envie-nos uma Mensagem

As suas mensagens serão sempre bem vindas, prometemos ser breves na nossa resposta.

Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.