Tempo
|

Renascença Ouve +
A+ / A-

2 dezembro 2022

Gillette

Carlos Bastos


Em Portugal, como em vários outros países do mundo, Gillette deixou apenas de ser o nome duma marca para passar a ser sinónimo de um objeto que serve para barbear. Desde há pouco mais de 100 anos que esta invenção descartável de um americano mudou a vida da humanidade. E mudou para melhor.

Gillette

No entanto, de vez em quando, aparecem uns percalços pelo caminho.

Por exemplo, em 2013, no Brasil foi interposto um processo contra a um anúncio de televisão da Gillette que dava a entender que as mulheres preferiam os homens mais depilados.

Portanto, supostamente, a marca encorajava o preconceito contra alguns homens e isso feria os sentimentos dos homens peludos.

Não sabemos como terminou este processo, mas hoje vamos falar do homem que inventou a Gillette.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.