Renascença Ouve +
A+ / A-
Julho

Julho é o mês dedicado às crianças e aos jovens


2015: um ano para mudar o mundo

A Renascença associa-se ao Ano Europeu do Desenvolvimento e em cada mês destaca um tema para o qual todos devemos estar despertos.

 Este é o mês em que estão em destaque as crianças e os jovens. Como disse um dia Nelson Mandela: “A verdadeira alma de uma sociedade conhece-se pela forma como trata as suas crianças.”
Podem as crianças de hoje contar com um futuro melhor? O que será das crianças de amanhã?
Alguns dados que convém não esquecer:
 
- Em vinte anos, os números da pobreza diminuíram. Mas, actualmente, ainda há quase 500 milhões de crianças a viver em situações de pobreza extrema.

- Há 3 anos, 58 milhões de crianças não frequentavam o ensino primário. Um número que supera em muito a meta estabelecida pelos Objectivos do Milénio para o ensino primário universal.

- Nos últimos anos, houve um aumento significativo da taxa de alfabetização. No entanto, mais de 120 milhões de jovens continuam sem saber ler nem escrever. As raparigas continuam a ter menos probabilidades do que os rapazes de frequentar a escola.


- Apesar de todos os progressos, em 2013, ainda morreram mais de 6 milhões de crianças com menos de 5 anos. Hoje, no mundo, 99 milhões de crianças sofrem ainda de subnutrição. 


- Há mais de 300 mil crianças-soldado a participar em conflitos armados.


- No mundo há 168 milhões de crianças vítimas de trabalho infantil.


Estes são números impressionantes que nos mostram que já muito foi feito mas que ainda há tanto por fazer. É também por isto que 2015 é o Ano Europeu para o Desenvolvimento.
Um ano para despertar consciências, tornar o mundo um lugar mais justo!


O Ano Europeu do Desenvolvimento (AED) é uma iniciativa que vai decorrer durante o ano de 2015 em todos os países da União Europeia, com o mote “O nosso mundo, a nossa dignidade, o nosso futuro”. O Ano Europeu para o Desenvolvimento foi proclamado em 2015 e tem na sua origem os Objetivos de Desenvolvimento do Milénio. Estes objetivos foram definidos em 2000, na Cimeira do Milénio, onde estavam reunidos os dirigentes mundiais que se comprometeram a atingir um conjunto de objetivos referentes a questões como a pobreza, o ambiente e o desenvolvimento.

Em 2015, tornou-se necessária uma nova Agenda de Desenvolvimento Global e neste sentido surgiu o Ano Europeu para o Desenvolvimento. O objetivo passa por informar, sensibilizar e promover o interesse, a participação ativa e o pensamento crítico dos cidadãos europeus relativamente ao desenvolvimento global.

Ano Europeu do Desenvolvimento em Portugal:
A entidade coordenadora do Ano Europeu do Desenvolvimento para Portugal é o Camões – Instituto de Cooperação e da Língua e a embaixadora desta iniciativa a actriz Cláudia Semedo.

A Renascença vai dar-lhe conta das várias iniciativas do Ano Europeu do Desenvolvimento ao longo dos próximos meses. No mês de Maio, por exemplo, o destaque foi para a paz e a segurança.

Saiba mais sobre o Ano Europeu para o Desenvolvimento AQUI!

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.