Tempo
|

Renascença Ouve +
Porta Aberta
A+ / A-

Escritora

Porta Aberta para Thereza Ameal

16/10/2022 • António Freire


Thereza Ameal é licenciada em História e integra há 20 anos a direção de uma IPSS, que tem uma creche e um jardim de infância. Descobriu o gosto pela escrita num momento de renovação da sua vida, em que se reaproximou da Igreja e decidiu dar testemunho da sua fé através da escrita, sobretudo tendo como público-alvo as crianças. O novo livro, “O Foguetão dos Sentidos”, resulta de um projeto inclusivo que vale a pena conhecer.

Porta Aberta para Thereza Ameal

Esta semana, “Porta Aberta” para Thereza Ameal. Mãe de 2 filhos, integra a direção de uma IPSS [Fundação Maria do Carmo Roque Pereira], que tem uma creche e um jardim de infância. Tem assim uma ligação próxima com as crianças, a quem tem dedicado muitos dos seus livros, grande parte deles sobre temas de evangelização.

De resto, nas suas raízes familiares, está o gosto pelas artes e pela escrita. Desde logo, através da sua mãe Tareka, ou dos seus irmãos Tozé Martinho e Ana Maria Magalhães.

Educada na fé, a partir da adolescência manteve-se afastada da Igreja durante alguns anos. Seria já durante o casamento que se deu essa reaproximação da família à Igreja, a partir de uma peregrinação a pé a Fátima com o marido. Um momento de renovação, em que viria a descobrir o gosto pela escrita para as crianças, no desejo de transmitir a fé, algo que encara como um grande desafio.

Já tem vários livros publicados, sobre as Orações, ou a vida da Irmã Lúcia ou ainda aquele que considera o seu maior desafio: "A avó conta a Bíblia – A vida de Jesus, “explicada”, e não apenas contada, para responder às perguntas difíceis e pertinentes das crianças.

Tem agora um novo livro, “O Foguetão dos Sentidos”, que resulta de um projeto inclusivo da Cáritas de Coruche, com o objetivo de promover a aprendizagem dos 5 sentidos às crianças dos 3 aos 8 anos de idade.

Neste, como noutros livros, conta com a colaboração, nas ilustrações, do seu sobrinho Pedro Rocha e Mello e, na música que acompanha o livro, do seu filho, João Maria Ameal, psicólogo clínico, e que no mundo da música é conhecido como João Sem-Tempo.

Oiça esta edição do Porta Aberta nesta página e aproveite ainda para subscrever o podcast deste e de outros programas da Renascença AQUI.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.