Tempo
|

Renascença Ouve +
A+ / A-

11 julho 2022

Equívocos do Egito

Carlos Bastos


Poucas culturas serão tão ricas em mitos e lendas como o antigo Egito. O problema é que quando falamos de Ramsés, de Tutancámon, da esfinge, das múmias ou das pirâmides há muitos equívocos. E a culpa não é dos hieróglifos. É da cultura popular. É da literatura, dos jornais ou do cinema. Sabe distinguir a realidade da ficção?

Equívocos do Egito

São 12 meses, 52 semanas, 365 dias (mais um de bónus a cada 4 anos), com milhões de factos estapafúrdios sem efeitos secundários para o seu cérebro. Bem, em princípio.

Clique. Coragem, vá lá, clique. Afinal é só Um Dia na História.

Não pode fazer mal, pois não?

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.