Tempo
|

Renascença Ouve +
A+ / A-

22 junho 2022

Alexander Bell

Carlos Bastos


Alexander Graham Bell ficou para a história como o “pai do telefone”, mas foi uma mente criativa que fez muito mais do que isso. Por exemplo, nas semanas que se seguiram ao atentado contra James Garfield os médicos tentaram encontrar uma bala alojada no corpo do presidente americano. Não havia tecnologia para isso e o presidente estava cada vez pior. Bell desenvolveu uma máquina eletromagnética que testou em veteranos da Guerra Civil e foi duas vezes à Casa Branca. Infelizmente, quer tenha sido por causa por dos fios de aço no colchão ou por desconfiança do médico responsável, não conseguiu ajudar. Mas a sua ideia estava certa.

Alexander Bell

São 12 meses, 52 semanas, 365 dias (mais um de bónus a cada 4 anos), com milhões de factos estapafúrdios sem efeitos secundários para o seu cérebro. Bem, em princípio.

Clique. Coragem, vá lá, clique. Afinal é só Um Dia na História.

Não pode fazer mal, pois não?

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.