Tempo
|

Renascença Ouve +
A+ / A-

Apoio Renascença

"Ainbo-Espírito da Amazónia", um filme para toda a família

Ana Marta Domingues


Já está em exibição nos cinemas. “Ainbo – Espírito da Amazónia” promete deixar todos agarrados ao grande écran.

O filme conta a história de uma jovem guerreira que tem por missão nada mais, nada menos, do que salvar... A selva!

Perante uma ameaça sombria que coloca em causa a vida da sua pequena aldeia e da própria Amazónia, a nossa pequena heroína Ainbo e os seus "guias espirituais" - um engraçado Tatu chamado Dillo e uma Anta gigante e pateta chamada Vaca - embarcam numa arriscada viagem para pedir ajuda ao mais poderoso espírito da Amazónia. Só ele os poderá ajudar a salvar a sua casa e a sua comunidade.

Será que vão conseguir? Os três amigos vão precisar de muita coragem e de acreditar no impossível!

Ainbo nasceu e cresceu na selva mais profunda da Amazónia, na aldeia de Candámo, longe da civilização e de outros humanos. Um dia, a jovem descobre que a sua terra natal está a ser ameaçada e luta com todas as suas forças para salvar o seu paraíso da destruição ilegal da floresta e da exploração infantil. Quando a jovem tenta reverter a destruição e lutar contra o espírito negro que assola a sua aldeia (o Yacuruna), Ainbo vai ter de se aventurar pela floresta mágica para pedir ajuda ao espírito Espírito Materno da Amazónia... Mas quando se encontram esta revela-lhe que só ela própria poderá salvar a selva!

Estreia - 19 de maio no cinema. Veja aqui o trailer:

Ainbo, Espírito da Amazónia
Ainbo, Espírito da Amazónia

REALIZADOR: Richard Clause José Zelada

TÍTULO ORIGINAL: AINBO - Spirit of the Amazon

GÉNERO: Animação, Aventura, Comédia

ELENCO: Lola Raie, Rene Mujica, Naomi Serrano, Alejandra Gollas

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.