Tempo
|

Renascença Ouve +
A+ / A-

Apoio Renascença

Tour Portas: Marisa Monte de volta a Portugal

Ana Marta Domingues


A tour europeia de uma das vozes maiores do Brasil passa por Portugal. É o regresso da cantora aos discos e aos palcos, a solo e ao vivo. Reserve já o seu lugar: dia 28 de junho no Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota no Porto e a 5 de julho no Festival Jardins do Marquês – Oeiras Valley.

Dois concertos únicos para ouvir os clássicos de sempre e também as novidades que Marisa Monte traz na bagagem, com o novo disco "Portas".

A cantora brasileira vem a Portugal e dias após o concerto marcado para a cidade invicta, dia 28 de junho, na Super Bock Arena, atua no dia 5 de julho no Festival Jardins do Marquês em Oeiras.


Um regresso há muito aguardado:

Nascida no Rio de Janeiro, no dia 1 de julho de 1967, Marisa Monte desde cedo demonstrou interesse pela música e, ainda criança, fez aulas de piano e bateria. Ouvia Maria Callas e Billie Holiday assim como Carmen Miranda e a música brasileira. Com 18 anos, foi morar em Roma, disposta a aprofundar os estudos de canto lírico. Logo na sua primeira apresentação no Jazzmania, no Rio de Janeiro, em setembro de 1987, a repercussão foi enorme. Estava encontrada a nova sensação da cena musical brasileira.

Rapidamente se tornou conhecida tanto pelo público jovem de rock como pelo público mais adulto de jazz e de MPB. "MM" (1989), o primeiro disco, trazia samba, jazz, black music, blues, soul, bossa nova e rock. O lançamento de seu segundo disco "Mais" (1991), com as primeiras parcerias com Nando Reis e Arnaldo Antunes, revelou Marisa Monte como compositora e com um estilo muito próprio, que refletia as suas múltiplas influências musicais. Desde aí os sucessos seguiram-se uns atrás dos outros, graças a discos clássicos como "Barulhinho Bom", "Memórias, Crônicas, e Declarações de Amor", "Infinito Particular" e "Universo ao Meu Redor", registos que confirmaram Marisa como um dos maiores, mais acarinhados e mais respeitados nomes da música brasileira. Em 2022, após inúmeras parcerias, Marisa juntou-se a Carlinhos Brown e Arnaldo Antunes para lançar o disco "Tribalistas". O sucesso do disco foi nacional e internacional, oferecendo ao público uma coleção de hits como "Já Sei Namorar", "Velha Infância" ou "Passe em Casa".

O novo disco "Portas", o mais recente disco a solo de Marisa Monte, foi gravado durante a pandemia com as bases feitas em estúdio, no Rio de Janeiro. Posteriormente, houve sessões remotas em Lisboa, Los Angeles, Madrid, Barcelona e Nova Iorque. O resultado está à vista num trabalho que conta com arranjos de Arthur Verocai, Antonio Neves e Marcelo Camelo e participações especiais de Seu Jorge e Flor. "Portas" é num disco global que promete conquistar o público português também ao vivo: dia 28 de junho, na Super Bock Arena (Pavilhão Rosa Mota, Porto), e dia 5 de julho, no Festival Jardins do Marquês – Oeiras Valley, em Oeiras.


Informação de Bilhetes:


Marisa Monte – dia 28 junho, Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota, Porto
Plateia VIP: 60€
1ª Plateia: 50€
Plateia D e F: 45€
Balcão 0: 45€
Balcão 1: 40€
Balcão 2: 35€
Mobilidade Condicionada: 35€


Marisa Monte – dia 5 de Julho, Jardins do Marquês – Oeiras Valley
Plateia VIP: 50€
Plateia A: 40€
Plateia B: 35€
Plateia C: 30€
Plateia em Pé: 25€

Garanta já o seu lugar

Bilhetes à venda em meoblueticket.pt , Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota e locais habituais.

Apoio Renascença


Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.