Tempo
|

Renascença Ouve +
A+ / A-

Pimenta Caiena

Carlos Bastos


São 12 meses, 52 semanas, 365 dias (mais um de bónus a cada 4 anos), com milhões de factos estapafúrdios sem efeitos secundários para o seu cérebro. Bem, em princípio. Clique. Coragem, vá lá, clique. Afinal é só Um Dia na História. Não pode fazer mal, pois não?

Pimenta Caiena
Pimenta Caiena

Quando falamos de pimentas é preciso ter em conta que este é um termo muito genérico.

As plantas são capazes de sofrer mutações muito rapidamente e, como resultado, há resmas de variedades – só no México existem mais de 140 tipos diferentes.

Apesar da grande variedade de espécies, apenas cinco, foram cultivadas pelo Homem e dessas cinco, a Capsicum Anum, é a mais comum e tem uma infinidade de sabores, dos mais suaves, aos mais picantes, incluindo pimentos, malaguetas, jalapeños, e por aí fora.

A maioria das bagas ou plantas picantes que conhece, vem desta espécie.

Como não temos tempo de falar de todas, hoje, vamos conhecer melhor a Pimenta Caiena no "Um Dia na História"

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.