Tempo
|

Renascença Ouve +
A+ / A-

Segunda-feira, 27 de setembro de 2021

Elisabete Costa


Segunda-feira, 27 de setembro
Segunda-feira, 27 de setembro

A cruz de madeira mede 380 cm de altura e pesa 31 kg e o Ícone de Maria mede 118 cm de altura e pesa 15 Kg.

Estes são os símbolos das Jornadas Mundiais da Juventude, que neste momento estão em peregrinação por Espanha.

A Cruz foi entregue pelo Papa João Paulo II aos jovens em abril de 1984 e no ano 2000, o mesmo pontífice confiou aos jovens uma cópia do Ícone de Nossa Senhora, cujo nome original é “Maria protetora do povo romano”, mas com este gesto o Papa transformou-o num símbolo de proteção aos jovens de todo o mundo.

A peregrinação desta Cruz e deste ícone pelo país vizinho termina a 29 de Outubro. Depois os símbolos regressam a Portugal, onde a partir do mês de novembro começam a peregrinar por todas as dioceses do país.

É uma forma de lembrar aos jovens portugueses que Nossa Senhora espera por eles em Lisboa, em 2023.

Mas, este é também o momento de reforçar a ligação de todos, jovens e menos jovens, à Igreja de Jesus Cristo. O que a pandemia afastou cabe agora a todos nós voltar a aproximar.

E quando esta Cruz e este ícone passarem pela nossa diocese devemos participar deste encontro.

Cumprir a distância de segurança não significa ficar à margem.

Aos poucos é preciso regressar, mesmo com máscara, mesmo ainda sem abraços, é preciso participar, ser assembleia.

No próximo dia 4 de Outubro, vamos conhecer a data exata do grande encontro de jovens de 2023, em Lisboa.

Mas, até lá que a presença no nosso país dos símbolos das Jornadas Mundiais da juventude sejam mais uma ajuda no regresso à casa do Pai e aos braços de Maria, nossa mãe.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.