Tempo
|

Renascença Ouve +
A+ / A-

Conteúdo Programação

​Ajude a salvar vidas em África

22-03-2021 • Ana Marta Domingues


Hoje mesmo, a esta hora, neste preciso momento, milhares de pessoas em África têm fome, doenças. São perseguidas por serem cristãs. Precisam de si e das suas orações. Saiba como ajudar.

A África oferece ao mundo uma beleza e uma riqueza natural que nos levam a louvar o Criador. Este património africano e de toda a humanidade enfrenta um risco constante de destruição, causado por egoísmos humanos de todos os tipos.

Papa Francisco


- Relatos dramáticos:

Chegam-nos todos os dias a casa as notícias do horror que se vive hoje em vários países africanos: fome, guerra, pandemias, fundamentalismos, terrorismo…

Em 2019 África foi o continente que registou o maior número de assassinatos de sacerdotes, religiosos e colaboradores da Igreja. Segundo os dados apurados pela Fundação AIS, a realidade da perseguição aos Cristãos em África é tão grande como o continente em si. 1 em cada 6 cristãos em África sofre perseguição. Além das grandes dificuldades económicas e sociais, às quais se soma a pandemia do coronavírus, os Cristãos são ameaçados, perseguidos, assediados e muitas vezes assassinados por grupos religiosos extremistas.

Na República Centro-Africana, o segundo país mais pobre do mundo, os relatos são verdadeiramente dramáticos e a necessidade de ajuda urgente:

Ouvimos uma mulher dizer neste filme que «é preciso rezar a Deus e saber perdoar». A distância faz-nos sentir impotentes, mas todos podemos fazer alguma coisa e começar a salvar vidas hoje mesmo. Descubra como:


- A rezar com a Via Sacra África:

D. Jesús Ruiz Molina, Bispo de Mbaïki, na República Centro-Africana, relata-nos na primeira pessoa como «a África subsariana vive a sua própria Via Sacra, onde o Senhor Jesus continua a sofrer a Sua paixão na carne de tantos e tantos africanos».

Vale a pena ler o seu livro A Via Sacra África, disponível aqui. Todas as receitas ajudarão a Igreja nestes locais tão feridos pelas guerras e pela fome.

«Nigéria, Mali, Burkina Faso, Níger, Chade, Camarões, Moçambique, República Democrática do Congo, África Central… (...)», diz-nos D. Jesús Ruiz Molina na introdução deste seu livro, «(…) vivemos realidades comuns como uma elevada mortalidade infantil e uma baixa esperança de vida...; as pandemias contínuas como o sarampo, a sida, a tuberculose ou a malária...; os conflitos bélicos orquestrados a partir da ambição de potências estrangeiras...; o baixo índice de desenvolvimento que provoca pobreza e miséria, fruto de um sistema económico injusto que só torna o continente africano cada vez mais endividado…; a corrupção dos governos locais, muitas vezes incapazes de olhar para o seu povo…; fundamentalismos de todos os tipos…; a crise ecológica e os desastres ambientais…; as práticas ancestrais como a bruxaria, a excisão das mulheres... É a partir destas realidades comuns que me aproximo da paixão do nosso Salvador Jesus, vendo na África Central a actualização da Sua paixão e morte... (….)».

Mas esta «África que vive e sofre», como também nos diz o Bispo de Mbaïki, na República Centro-Africana… «esta África viverá»!

É preciso alimentar a esperança africana. Podemos fazê-lo com as nossas orações.


- O terço será a nossa arma:

Podemos hoje mesmo, todos juntos, salvar vidas em África. Comecemos por rezar, como nos pediu Nossa Senhora. A oração é uma forma real e concreta de ajudar quem sofre. E em África, o Terço poderá ser a nossa arma!

Junte-se à Fundação AIS: ligue 217544000, receba gratuitamente um terço em madeira feito na Terra Santa e abençoado pelo Papa Francisco.

Conheça os projetos da Fundação AIS nos países que sofrem por causa do fundamentalismo islâmico.


- Saiba mais na Renascença:

Domingo de manhã, no Pequenas Grandes Coisas, a Dina Isabel e o António Freire vão dar-lhe a conhecer os projetos da Fundação AIS em África e a importância de todos rezarmos para salvar vidas.

Como nos diz o Papa Francisco, é possível “curar o mundo” com a força da oração.

Pode ajudar a curar feridas em África com a força da oração e a ajuda das várias organizações da Igreja nos locais como a Fundação AIS.

- Conheça a Fundação AIS:

A Fundação AIS é uma instituição internacional que apoia mais de 5.000 projectos pastorais em mais de 145 países por ano.

Com base em três pilares – informação, oração e acção – a Fundação AIS ajuda os Cristãos onde quer que sejam perseguidos, ameaçados ou em necessidade.

Para saber mais ligue 217 544 000

A sua ajuda tornará possível curar as feridas e traumas causadas pelo extremismo religioso em vários países africanos.

Lembre-se, apesar da distância pode sempre fazer alguma coisa. A Igreja em África conta consigo e com as suas orações.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.