Tempo
|

Renascença Ouve +
A+ / A-

Sexta-feira, 15 de janeiro de 2021

D. António Couto


Boa Noite - 15/01/2021
Boa Noite - 15/01/2021

As coisas do mundo

Não podem alimentar-te
Nem encher de perfume a tua vida.

A tua alegria não está entre as coisas passageiras.
Relâmpagos, tempestades, terramotos,
Sons e vozes da terra são estrangeiros para ti.

Tu, meu irmão a tempo inteiro,
Não deixes de sentir os pés no chão do terreiro,
Mas mantém também a cabeça no céu,
Ao léu,
Para poderes ouvir sempre bem a voz de Deus,
E ver bem, belo e bom,
Para tirar o argueiro
Da vista do teu irmão e companheiro.

Que o ódio e a violência nunca tomem conta do teu coração.
Que o teu coração seja habitação de paz.
Que nunca te seduza o som das espingardas.
Debulha o teu grão,
Reparte o teu pão,
Olha para Deus com gratidão.

Tens um ano inteiro
Para encher de amor o teu celeiro.
Não tenhas medo do nevoeiro.
Que todos os dias haja misericórdia
No teu coração e nas tuas mãos.
Que o Senhor seja sempre a tua Luz,
Meu irmão e irmão de Jesus.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.