Tempo
|

Renascença Ouve +
A+ / A-

Apoio Renascença

Mais Ajuda: o país precisa de ideias e de novos projetos para avançar

07/01/2021 • Ana Marta Domingues


O tempo esgotou-se para se candidatar ao Mais Ajuda. O seu projeto podia candidatar-se a receber parte dos 333 mil euros que temos para distribuir por 10 projetos inovadores e de apoio a idosos: 5 IPSS e 5 startups. Além de apoio monetário o Mais Ajuda tem formação e visibilidade para oferecer aos vencedores. Nas próximas semanas o programa fará a seleção das 20 candidaturas finalistas. Mas só 10 projetos serão escolhidos. Fique atento à Renascença para saber mais.

Este Natal a generosidade dos ouvintes da Renascença superou todas as expectativas. Ao escolher comprar artigos Deluxe, os portugueses contribuíram com 333 mil euros para o Programa Mais Ajuda da Renascença e do Lidl.

Na sua 2ª edição, o Programa Mais Ajuda, o programa de inovação social que junta o Lidl e as rádios do Grupo Renascença, quer promover o envelhecimento digno e feliz.

Assim, ainda em 2021, o Mais Ajuda vai apoiar 10 projetos de inovação social dirigidos aos mais velhos.

333 mil euros é o valor que o programa Mais Ajuda da Renascença e do Lidl tem para distribuir nesta sua segunda edição. Além de financiamento, os projetos selecionados poderão usufruir também de formação, orientação e divulgação. As candidaturas terminaram a 28 de fevereiro. Destinavam-se a projetos inovadores, IPSS ou Startup, capazes de dar novas respostas a um envelhecimento mais ativo, mais digno e mais feliz em Portugal.

Saiba mais através do site Mais Ajuda e fique atento, em breve será possível conhecer os projetos vencedores.


O Programa Mais Ajuda:

Segundo previsões do Eurostat, em 2050 seremos o país mais envelhecido da Europa, em que mais de um terço da população serão idosos. Numa sociedade cada vez mais envelhecida, urge encontrar novas respostas para esta faixa da população, enfrentando os seus desafios atuais, nomeadamente o isolamento, a solidão e o distanciamento físico (e da tecnologia), que foram agravados com a pandemia.

O Programa Mais Ajuda visa não só procurar novas respostas ao desafio do envelhecimento feliz, como desafiar o terceiro setor a desenvolver e aprofundar boas práticas, aproximando duas realidades distintas – IPSSs – Instituições Particulares de Solidariedade Social (ou equiparadas) e Startups (ou empresas de empreendedorismo social) que tenham em comum projetos/ serviços de apoio a idosos. Serão igualmente beneficiados na sua avaliação, os projetos com capacidade de geração de emprego, igualmente importante nos dias que correm.

Júri e Seleção dos Vencedores:

De todos os projetos candidatos, serão selecionados 10 vencedores, em março de 2021 – 5 projetos de IPSSs e 5 projetos de Startups, recebendo cada um deles o valor de 33.300 euros para implementação da sua proposta.

A equipa de júri responsável por esta seleção é composta por Filipe Almeida, presidente da iniciativa Portugal Inovação Social, Isabel Figueiredo, adjunta do presidente do Grupo Renascença Multimédia, Luís de Melo Jerónimo, diretor Social Cohesion Programme da Fundação Calouste Gulbenkian, Pedro Rocha Vieira, CEO e Co-fundador da Beta-i e Vanessa Romeu, diretora de Comunicação Corporativa do Lidl Portugal.

Programa de aceleração do Mais Ajuda:

Adicionalmente ao apoio monetário, as Startups e IPSSs selecionadas terão acesso ao programa de aceleração do Mais Ajuda, onde, ao longo de seis semanas, poderão participar em sessões de mentoria com especialistas e em workshops, tendo igualmente acesso a outras ferramentas de apoio no desenvolvimento dos seus projetos ou implementação de novas ideias. A capacitação do terceiro setor é algo em que o Lidl tem vindo a apostar, pois acredita que esta é crítica para aumentar o impacto das IPSSs, tornando-as mais sustentáveis.

Visibilidade do Mais Ajuda:

Para além do valor atribuído e da mentoria, os projetos vencedores terão igualmente acesso a uma maior comunicação e visibilidade nos vários canais de comunicação dos parceiros do Programa, de forma a darem a conhecer o seu trabalho e aumentando a possibilidade de angariarem futuros investidores.

Se tinha um projeto inovador dirigido aos mais velhos, podia candidatar-se ao programa mais ajuda. Para que o seu projeto fosse financiado, orientado e divulgado.

Em 2021 estamos juntos por um envelhecimento mais ativo, mais digno e mais feliz em Portugal!

Mais informações no site oficial: www.maisajuda.pt

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.