|

 Casos Ativos

 Internados

 Recuperados

 Mortes


Renascença Ouve +
A+ / A-

Conteúdo Patrocinado

A diferença de viver num concelho seguro e solidário como a Maia

01/07/2020 • Ana Marta Domingues


Se vive na Maia, Sorria e Sinta-se Seguro. A Maia é uma comunidade solidária onde todos contam e são importantes. Em tempo de Covid-19, descubra o que pode fazer para se sentir ainda mais seguro no seu concelho.

Sabia que o “Fundo de Solidariedade Municipal” foi reforçado no período de pandemia em 1 milhão de euros? Parte desta verba foi canalizada para o Programa Municipal de Emergência Social COVID-19 e para o Programa Municipal de Emergência Social 2020. O primeiro destina-se a apoiar agregados familiares que viram os seus rendimentos diminuídos fruto da pandemia e o apoio destina-se à comparticipação das despesas com habitação (renda ou prestação bancária) e frequência de equipamentos (creche, jardim de infância, Centro de Atividades Ocupacionais, e Lar).

O segundo, o Programa Municipal de Emergência Social 2020, destina-se a agregados familiares carenciados e permite comparticipar as despesas com habitação (renda, exceto tratando-se de habitação social, prestação bancária da habitação, luz, água e gás) e saúde (óculos, próteses dentárias, produtos de apoio).

As candidaturas abriram a 01.07.2020.

Desde o primeiro momento que a Câmara Municipal da Maia se disponibilizou a apoiar a sua população. Está a distribuir gratuitamente máscaras reutilizáveis às famílias mais carenciadas. Se é o seu caso ou conhece alguém com necessidades maiores nesta fase, faça já o seu pedido ou obtenha todas as informações ligando para o 938 707 093.

O programa #SorrirSentirSeguro destina-se a quem não apresenta condições económicas para adquirir as máscaras de forma independente, a saber: desempregados, beneficiários do Complemento Solidário para Idosos, do Subsídio Social de Desemprego, do Abono de Família, da Pensão Social de Invalidez, da Prestação Social de Inclusão ou da Pensão Social de Velhice.

Os habitantes da Maia contaram também, até 31 de julho último, com o MAIA COVID CHECK: programa que permitiu realizar testes serológicos à comunidade laboral do concelho da Maia.

A campanha de testes destinava-se aos colaboradores das empresas maiatas e teve por objetivo avaliar a resposta imunitária à Covid-19 e, em simultâneo, dar suporte e confiança no regresso ao trabalho. A partir da realização dos testes, foi possível identificar trabalhadores que tiveram contato com o vírus e desenvolveram resposta imunológica.

Na Maia, mais de 600 consumidores que perderam rendimentos viram as suas faturas de água terem um desconto de 40%. Em tempo de pandemia, a Câmara reforçou o “Fundo de Solidariedade Municipal” com 1 milhão de euros. E graças a uma iniciativa da Câmara Municipal em cooperação com a comunidade empresarial local, foram emprestados 1245 computadores com internet para que nenhum aluno fique para trás.

Estas são as diferenças de viver num concelho seguro e solidário.

A Maia é uma comunidade segura, solidária e inclusiva, pela educação, onde todos contam e são importantes.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.