|

Renascença Ouve +
A+ / A-

Quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

Isabel Figueiredo


Bom Dia - 12/12/2019
Bom Dia - 12/12/2019

Bom dia. A devoção a Nossa Senhora não conhece distâncias, nem raças, nem tempo. Mas há algo sempre comum… Os mais pequenos, os mais pobres, os mais esquecidos, são aqueles a quem a Mãe de Jesus se revela. Foi assim numa colina perto da Cidade do México e Nossa Senhora de Guadalupe, hoje celebrada por todo o mundo, é invocada como estrela da evangelização dos povos e protetora dos indígenas e dos pobres.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.