Tempo
|

Renascença Ouve +
A+ / A-

Cofre: A Casa Forte!


Sabia que, como nos filmes, pode mesmo guardar bens especiais no cofre do banco? O Banco Explica como.

banco explica - 19 nov - cofre
banco explica - 19 nov - cofre

O que é e para que serve o cofre do banco?

Os bancos têm cofres que podem ser alugados por quem precisar para guardar bens - coisas valiosas (financeira ou emocionalmente) e que podem ficar mais seguras do que se estiverem guardados em casa.

O que pode guardar nesses cofres?

Tudo o que quiser, desde que lá caiba.

Na realidade, estes cofres assemelham-se a caixas do correio, mas superprotegidas. Existem cofres de diferentes tamanhos, e em cada gaveta manda o seu dono (ou donos). O banco limita-se a garantir a segurança da pequena gaveta, sem saber o que está lá dentro.

Qualquer pessoa pode ter um cofre?

Sim, desde que seja maior de idade e é assim na maior parte dos bancos. Só precisa ter uma conta à ordem e contactar o banco para saber se tem algum cofre disponível (nem todos têm), onde é o cofre (porque pode não ser no seu balcão) e informar-se dos preços e documentos necessários para iniciar o processo para ter acesso ao cofre.

Quanto custa ter um cofre no banco?

Depende de várias coisas, a começar pelo tamanho. Quanto maior for o cofre, maior será a caução. E a isto tem de somar o valor da anuidade do aluguer (mais uma vez, os valores variam de acordo com o tamanho do cofre e de banco para banco, podendo ir dos 40 aos 500 euros) e, uma vez que o cofre tem de estar associado a uma conta à ordem, tem de somar também o valor dessa comissão. Depois, alguns bancos cobram as ‘visitas’ ao cofre, mas este valor varia consoante o preçário da instituição.

É preciso ponderar o custo-benefício. Este é o preço a pagar para ter alguns bens guardados de forma segura, com as regras apertadas dos bancos

O que tenho de fazer para ir ao cofre?

No momento em que assina o contrato com o banco é-lhe entregue uma chave. Só tem de levar a chave e a sua identificação para que no balcão confirmem se é de facto o proprietário do cofre.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.