Tempo
|

Renascença Ouve +
A+ / A-

Débitos Diretos: O que ainda falta saber


O Banco Explica como pode (ou não) ser vantajoso para si

banco explica 5 nov - debito direto
banco explica 5 nov - debito direto

Débitos diretos: o que são?

Os débitos diretos são um serviço de pagamento – gratuito – que permite pagar bens e serviços através do débito automático da conta à ordem. É um serviço prático, um facilitador de vida, porque permite pagar as contas regulares, como a água, a luz, o gás, seguros, ginásio, a renda apenas com uma única autorização por entidade – a chamada ‘autorização de débito em conta’…

O que é preciso para aderir ao débito direto?

É preciso dar duas autorizações: ao banco e à entidade a quem tem de se pagar o bem ou serviço. A partir daí acabam-se as preocupações com os prazos de pagamento

O que é que ainda não sabemos sobre débitos diretos?

Este serviço permite uma gestão personalizada e customizada dos pagamentos. É possível fixar o valor do débito direto, definir limites máximos, a periodicidade para a cobrança. Também é possível avisar o banco e bloquear débitos diretos de determinadas entidades. E tudo a partir de uma caixa automática ou do homebanking…

Como saber a data em que o valor vai ser retirado da conta?

As empresas têm o dever de informar, com antecedência, a data e o valor da cobrança por débito direto, normalmente estas informações estão na fatura que é enviada ao cliente.

Se o valor não estiver correto é possível cancelar o débito direto?

Se se aperceber que o valor que lhe vão debitar não está correto, pode rejeitá-lo, mas, só até ao final do dia útil anterior à data da cobrança.

Para quem se der conta do erro depois de ter pago, também há uma solução: pedir o reembolso do valor até oito semanas depois do débito na conta.

Pode cancelar ou inativar as autorizações em qualquer momento?

Sim, através do Multibanco ou homebanking. Mas atenção: inativar um débito direto não é cancelar a autorização. É preciso pedir o cancelamento junto do prestador de serviço, até para evitar problemas de incumprimento do contrato.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.