Renascença Ouve +
A+ / A-

Domingo, 15 de setembro de 2019

Isabel Figueiredo


Bom Dia - 15/09/2019
Bom Dia - 15/09/2019

Bom dia. No domingo passado, o Papa Francisco estava em Madagáscar e falou sobre uma cidade muito especial, a Cidade da Amizade. Fundada nos arredores da capital há 30 anos, por Pedro Opeka, um padre argentido, abriga milhares de pessoas nas proximidades de uma pedreira e de um grande depósito de lixo. As palavras do Papa são inesquecíveis: "Cada recanto destes bairros, cada escola ou dispensário é um cântico de esperança que recusa e faz calar toda a fatalidade. Digamo-lo com força: a pobreza não é uma fatalidade. (…) Esta cidade é o resultado de muitos anos de trabalho duro. Na base, encontramos uma fé viva que se traduziu em ações concretas, capazes de 'mover montanhas”. A pobreza continua a ser combatida com determinação, por tantos homens, mulheres e jovens que se recusam a aceitar que ser pobre é uma fatalidade. Rezar por eles, é algo que todos podemos fazer.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.