Fernando Medina-João Taborda da Gama
O presidente da Câmara de Lisboa e um professor universitário (especialista em direito fiscal) a viver na capital olham para os principais temas da atualidade. Às terças e quintas, às 9h15
A+ / A-
Arquivo
Fernando Medina e João Taborda da Gama - Falta de médicos no SNS e soluções - 11/07/2019
Fernando Medina e João Taborda da Gama - Falta de médicos no SNS e soluções - 11/07/2019

F. Medina

Problema na Saúde “está sempre a crescer” e “não se resolve com uma medida”

11 jul, 2019 • Redação


As pessoas utilizam mais o sistema de saúde e o sistema de saúde tem tecnologias mais caras, diz o comentador da Renascença.

O socialista Fernando Medina considera que os problemas na área da saúde não se resolvem com medidas únicas, como por exemplo pagar pela exclusividade dos médicos no Serviço Nacional de Saúde.

“Na saúde o problema não se resolve com uma medida, está permanente a crescer. As pessoas utilizam mais o sistema de saúde e o sistema de saúde tem tecnologias mais caras”, diz o comentador da Renascença.

No espaço de debate do programa da Renascença “As Três da Manhã”, Medina argumentou que as inovações no setor e o prolongamento da vida dos portugueses exerce crescente pressão.

Já o professor universitário João Taborda da Gama considera que “o pecado original da questão foi a redução da semana de trabalho de 40 para 35 horas”.

“É verdade que temos mais médicos, mais profissionais de saúde, mas eles trabalham menos horas e como trabalham menos horas temos o Serviço Nacional de Saúde que temos”, argumenta.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.