O Mundo em Três Dimensões
Números que contam histórias de segunda a sexta-feira (05h40, 17h50 e 21h05).
A+ / A-
Arquivo
O Mundo em Três Dimensões - Pinguim Humboldt - 11/07/2019
O Mundo em Três Dimensões - Pinguim Humboldt - 11/07/2019

O Mundo em três Dimensões

Com o calor, só me apetecia ser Pinguim… de Humboldt!

11 jul, 2019 • André Rodrigues , Paulo Teixeira (sonorização)


Dois ministros foram obrigados a demitir-se por causa desta espécie de pinguim, que pode encontrar no Chile, mas também mais perto, no Porto.

Chegou o calor, uma excelente notícia se estiver de férias, menos boa para quem tem dificuldade em lidar com temperaturas iguais ou superiores a 30 graus. Seja como for, quem nunca desejou ser pinguim em dias mais quentes?

Hoje, falamos-lhe do Pinguim de Humboldt, que deve o seu nome a Alexander Von Humboldt, um explorador alemão do século XIX que, nas suas viagens pela América do Sul, descreveu várias espécies desconhecidas na Europa daquela altura.

Tornou-se assim o fundador da biogeografia, a ciência que estuda a distribuição das espécies e dos ecossistemas no espaço geográfico.

O Pinguim Humboldt vive daquele lado do mundo onde são menos cinco horas do que em Portugal e onde, nesta altura do ano, a temperatura varia entre os 8 graus de temperatura mínima e os 14 graus de máxima – nada mau para um Inverno. Sim, no Chile.

Só a ilha chilena de Chañaral tem mais de 26 mil exemplares de Pinguins de Humboldt, uma espécie ameaçada por uma mina a céu aberto, capaz de produzir 12 milhões de toneladas de concentrado de ferro e 150 mil toneladas de concentrado de cobre por ano.

Só que o projeto não é pacífico. A sobrevivência destes 26 mil pinguins já levou à demissão de dois ministros do Governo chileno e conseguiu reunir cerca de 230 mil assinaturas.

Se é um entusiasta dos pinguins, já estará a pensar em viajar até ao Chile, mas a verdade é que não precisa de fazer 10 mil quilómetros de avião. Basta ir ao Porto e visitar o Porto dos Pinguins – uma obra que custou um milhão de euros e que fica num conhecido aquário da cidade que, nos últimos anos, recebeu dois milhões de visitantes.

Ali pode ver sete exemplares de pinguins de Humboldt: dois casais e três solteiros. Sabia que são uma espécie bastante fiel? Verdadeiros guardiões dos valores da família, por norma, só têm um parceiro ao longo de toda a vida.

Além do mais, pode ser uma visita interessante para as crianças que, até aos 12 anos, não pagam para entrar no Porto dos Pinguins.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.