O Mundo em Três Dimensões
Números que contam histórias de segunda a sexta-feira (05h40, 17h50 e 21h05).
A+ / A-
Arquivo
O Mundo em Três Dimensões - Emoções - 14/03/2019
O Mundo em Três Dimensões - Emoções - 14/03/2019

O Mundo em Três Dimensões

A voz consegue transmitir pelo menos 24 emoções não verbais

14 mar, 2019 • André Rodrigues , José Luís Moreira (sonorização)


Interjeições como o Ah!, o Oh!, o Oops! ou o Hã?! exprimem 24 emoções, como surpresa, alegria, tristeza, antipatia, confusão ou constrangimento.

Os sons que produzimos de forma espontânea para exprimir sentimentos como tristeza, raiva, vergonha, dúvida, surpresa, alegria ou calma são muito mais do que sons e dizem muito mais sobre aquilo que estamos a sentir. É como se não fosse necessário contar tudo ‘tim-tim por tim-tim’ porque, tal como o olhar, também as nossas expressões vocais são um espelho da alma.

Vem isto a propósito de um estudo realizado pela Universidade de Berkeley, na Califórnia, que fez a análise estatística de duas mil exclamações não verbais nas vozes de 56 atores de geografias tão distintas que vão dos Estados Unidos a Singapura, da India ao Quénia.

Através deste mapa das explosões vocais estes investigadores norte-americanos concluem que estas duas mil exclamações transmitem pelo menos 24 tipos de emoção. Mais do que as 13 identificadas em estudos anteriores.

Os resultados desta caça às emoções não verbais deram mesmo origem ao primeiro mapa de áudio interativo das emoções de voz que é a mais extensa peça de topografia vocal dos sentimentos.

Com um simples cursor, basta clicar para ouvir o medo, a surpresa, a admiração, a realização, a frustração, o interesse, a falta dele, a confusão, o respeito, a adoração, simpatia, a antipatia, o constrangimento, a frustração, o sarcasmo, a alegria, a tristeza, o êxtase ou o desejo. Tudo o que julgamos inquantificável, está afinal quantificado em 24 emoções.

É algo que ignorámos durante milhões de anos de interação humana, em que usámos vocalizações sem palavras, para comunicar sentimentos decifráveis em poucos segundos.

Entre outras aplicações, este mapa das 24 explosões vocais pode ser usado para ajudar a ensinar assistentes digitais controlados por voz e outros dispositivos robóticos para melhor reconhecer as emoções humanas com base nos sons que fazemos.

Já no uso clínico, os cientistas admitem que este mapa poderia, em tese, orientar os profissionais de saúde que trabalham nas áreas das demências, do autismo e de outros distúrbios de processamento emocional.

É a prova, mais uma, de que a voz é um instrumento poderosíssimo. Que revela de nós aquelas 24 emoções que, ora demonstramos, ora tentamos esconder.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.