Tempo
|
Da Capa à Contracapa
Os grandes temas da atualidade em debate à Terça-feira, depois das 23h, na Edição da Noite. Uma parceria da Renascença com a Fundação Francisco Manuel dos Santos.
A+ / A-
Arquivo
Da Capa à Contracapa - Emergência e Proteção Civil - 23/02/2019

Da Capa à Contracapa

Emergência e Proteção Civil

23 fev, 2019


No próximo dia 28 de Fevereiro cumprem-se 50 anos sobre o ultimo grande sismo em Lisboa.

Nessa madrugada de 1969 (às 3h30), apesar de não se terem registado muitos danos materiais nem vítimas, as pessoas em Lisboa, como em outros locais, abandonaram as suas casas e vieram para a rua. O mar ficou encrespado, com algumas vagas repentinas a assustarem os pescadores. O sismo teve intensidade de 7,3 graus na escala de Richter, o epicentro situou-se a 230 km a sudoeste de Lisboa, com várias réplicas registadas. Só no Porto, por exemplo, foram registadas 15.

Cinquenta anos depois do último grande sismo em Lisboa, há muitas perguntas para fazer: somos um país preparado para uma grande emergência, seja ela um sismo, um desastre marítimo ou um grande incêndio? O cidadão comum sabe o que fazer? Qual é a responsabilidade do Estado?

São convidados deste Da Capa à Contracapa Manuel Velloso (ex-director de operações do Serviço Nacional de Bombeiros e Protecção Civil, Coordenador-chefe da Associação Nacional dos Alistados das Formações Sanitárias) e António Duarte Amaro (sociólogo, doutorado em geografia humana, professor catedrático e Diretor do Centro de Investigação Científica Aplicada da Santa Casa de Misericórdia de Lisboa).

Pode-se dizer que são ambos interessados e especialistas em Riscos, Segurança Comunitária e Proteção Civil, Cultura de Segurança, Organização do Socorro e Segurança e Saúde no Trabalho.

Este sábado debatemos a Emergência e a Protecção Civil em Portugal. Aqui pode consultar o site sugerido no programa por António Duarte Amaro.

O Da Capa à Contracapa: é uma parceria da Renascença com a Fundação Francisco Manuel dos Santos

Para ouvir Sábado às 9h30 ou sempre que quiser em podcast e em rr.sapo.pt

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.