A+ / A-

Paulo Gonzo nos Coliseus


O cantor comemora clássicos de carreira com concertos em Lisboa e no Porto

Com mais de 40 anos de carreira e meio milhão de álbuns vendidos, Paulo Gonzo dispensa apresentações.

Dia 22 de março em Lisboa e dia 24 de março no Porto são dias para comemorar uma carreira cheia de êxitos, músicas que fazem parte da banda sonora da vida da maioria dos portugueses e colaborações inesperadas.

O cantor e compositor, conhecido pelo seu gosto pela soul e pelos blues, tem acumulado sucessos e fãs ao longo das quatro décadas de carreira. Os concertos a que vai poder assistir em março vão celebrar as músicas que o tornaram uma referência na música portuguesa com passagem obrigatória por discos como “My Desire”, “Jardins Proibidos”, “Quase Tudo” ou ainda o seu mais recente “Diz-me”.

Na viagem musical de Paulo Gonzo houve sempre margem para colaborações inesperadas e encontros muito aguardados com conceituados artistas nacionais e internacionais. Também para os Coliseus de Lisboa e Porto aguardam-se convidados a revelar brevemente.

Bilhetes à venda em everythingisnew.pt, Coliseus, FNAC, El Corte Inglés, Worten, CTT, Agência ABEP.


Coliseu de Lisboa || 22 de março * M6

Cadeiras de Orquestra * 45,00 €
Plateia AA central * 45,00 €
Plateia A a F * 40,00 €
Plateia G a O * 35,00 €
Plateia P a Z * 30,00 €
Balcão Central * 24,00 €
Balcão Lateral * 20,00 €
Camarote 1.ª frente * 32,00 €
Camarote 1.ª Lado * 26,00 €
Camarote 2.ª frente * 26,00 €
Camarote 2.ª lado * 20,00 €
Galeria * 18,00 €

Coliseu do Porto || 24 de março * M6

Cadeiras de Orquestra * 35,00 €
1.ª Plateia * 30,00 €
2.ª Plateia * 26,00 €
Tribuna 1 e 2 * 26,00 €
Tribuna 3 e 4 * 24,00 €
Camarote 1.ª * 26,00 €
Camarote 1.ª Vis. Red. * 22,00 €
Frisa * 25,00 €
Frisa Vis. Red. * 20,00 €

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.