Opinião de Ribeiro Cristovão
A+ / A-

Momentos

07 nov, 2018 • Opinião de Ribeiro Cristovão


O Futebol Clube do Porto deu ontem à noite o passo que faltava para na prática garantir a sua chegada aos oitavos-de-final da Liga dos Campeões Europeus.

Vencer o Lokomotiv de Moscovo passou a ser tarefa perfeitamente ao seu alcance depois, de há 15 dias ter regressado da capital da Rússia com um triunfo confortável e a ideia clara de que não são comparáveis em nada as duas equipas em confronto.

Ontem à noite, no estádio do Dragão, a superioridade portista ficou ainda mais evidente. E nem foi preciso fazer uma primeira parte de grande qualidade, ainda que os números já aí se expressassem sem margem para dúvidas.

Neste momento o campeão português perfila-se como o melhor do seu grupo, não sendo necessário um grande esforço para reconhecer que a qualificação está garantida.

Momento diferente vive o Benfica, o qual espera logo no estádio da Luz uma noite eivada de dificuldades no plano técnico, e agravada pela situação menos favorável do ponto de vista psíquico, que neste tempo em nada ajuda a dar à equipa uma substância diferente. Para melhor, claro.

O Ajax vem da Holanda com quatro pontos de avanço sobre os lisboetas, bastando-lhe um empate na Luz para assegurar a manutenção desse avanço.

Claro que deve esperar-se uma equipa holandesa muito cautelosa, sem se aventurar a levar por diante sistema arrojado com a pretensão de colocar a equipa portuguesa em sentido.

Cabe à equipa de Rui Vitória dar um passo no sentido de manter a chama acesa na Liga dos Campeões e, ao mesmo tempo, apagar o fogo que grassa à sua volta depois de três derrotas consecutivas, duas das quais, sobretudo, de difícil compreensão.

A família benfiquista pode estar um pouco anestesiada com este passado recente mas espera que esta seja uma situação passageira. Cabe aos jogadores e ao seu técnico encontrar as soluções que evitem a passagem a um estado comatoso, que, a verificar-se, poderá ser de consequências incalculáveis para o emblema da águia.

Artigos AnterioresRibeiro Cristovão
 

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.