Opinião de Francisco Sarsfield Cabral
A+ / A-

​Atrasos de vida

05 nov, 2018 • Opinião de Francisco Sarsfield Cabral


A “Web Summit” está voltada para o futuro. Mas os nossos políticos há muito que estão virados para o passado.

Começa hoje a “Web Summit”, que traz a Lisboa mais de 70 mil estrangeiros interessados no aproveitamento empresarial das novas tecnologias, como a inteligência artificial. É um encontro importante, voltado para o futuro.

Mas a política portuguesa há muito que parece voltada para o passado. Como se sabe, o presente governo não faz reformas dignas desse nome, pois está travado pelo conservadorismo do PCP e do BE. E mostra-se incapaz de prever e antecipar respostas a problemas que toda a gente via que iriam surgir.

É o caso do “boom” do turismo estrangeiro, que começou a desenhar-se há meia dúzia de anos. Pois só há dias entrou em vigor uma lei sobre o arrendamento local. E a Câmara de Lisboa promete regras mais pormenorizadas sobre o assunto até daqui a 180 dias. Entretanto, nas zonas centrais e históricas de Lisboa e do Porto já poucos residentes restam.

Este não é um problema específico de Portugal – muitas outras cidades europeias e pelo mundo fora tomaram medidas para limitar os efeitos perversos do excesso de turismo, sem hostilizar os estrangeiros.

Outro exemplo: a incapacidade de reconhecer, a tempo, que o retorno à semana das 35 horas semanais na função pública não só iria levar a gastos significativos com horas extraordinárias (na altura, foi solenemente negada essa evidência) como causa inúmeras dificuldades nos serviços públicos, com prejuízo para os utentes.

Reduzir o défice orçamental, o que é positivo, através de cortes cegos ou cativações na despesa pública, o que é péssimo, conduziu à degradação crescente do Serviço Nacional de Saúde. Não se previu, ou desvalorizou-se, essa consequência bem previsível.

É chocante, por exemplo, o caso da ala pediátrica para doenças oncológicas no Hospital de S.João, no Porto. Dura há uma década a espera por novas instalações. E provavelmente as crianças doentes e os seus familiares ainda terão de esperar não se sabe quanto tempo mais até que se concretizem as promessas – se forem concretizadas.

Outro caso impressionante de cegueira quanto ao futuro, mesmo próximo, foi o estado de descalabro a que chegou a CP. Foram negados à empresa os meios financeiros necessários a um mínimo aceitável de manutenção. Faz lembrar a anedota do cavalo do inglês, ao qual o dono deixou de dar comida e, quando o cavalo já parecia habituado a não comer, azar! - morreu...

E as demoras e trapalhadas com o novo aeroporto de Lisboa, supostamente no Montijo, não poderiam ter sido evitadas com um pouco mais de planeamento a prazo, evitando transmitir uma má imagem do aeroporto Humberto Delgado?

Enfim, esperemos que a “Web Summit” contribua alguma coisa para que não continuem a multiplicar-se estes “atrasos de vida”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Luiz Leitão
    05 nov, 2018 23:14
    "E mostra-se incapaz de prever e antecipar respostas a problemas que toda a gente via que iriam surgir." Se toda a gente via, incluindo eu, porque razão o governo não vê?...o que os move a afirmar que tudo está bem quando as evidências mostram o contrário?...
  • MÃE DA BONDADE
    05 nov, 2018 CORGO DA IGREJA 09:31
    Nossa Senhora Mãe da Bondade a Fernando Pires em mensagem comunicada no dia 1/11/2015 ------ "Há um político que se governar o vosso país, irá deixar a vossa nação mais abalada, e deste abalo, irá começar um período muito crítico para Portugal. Muita coisa nova irá acontecer. Homens, mulheres e crianças irão sofrer consequências justas e injustas, provocadas por erros. Em Fátima meus filhos alertei o mundo inteiro do perigo da ideologia comunista, vos avisando que esta se espalharia pelo mundo todo. A Igreja do Meu Filho Jesus, por várias vezes, já condenou o comunismo e o socialismo, de sorte que um católico fiel não pode jamais apoiar qualquer forma de socialismo, marxismo ou comunismo, nomes diferentes para o mesmo mal ou o mesmo veneno. Vou relembrar-vos novamente as minhas palavras em Fátima. Alertai-vos:” Se atenderdes aos meus pedidos a Rússia se converterá e terão Paz. Se o não fizerdes a Rússia espalhará os seus erros pelo mundo, promovendo guerras e perseguições à Igreja. Os bons serão martirizados… Mais uma vez, meus filhos, os meus pedidos não foram atendidos, e o comunismo, o marxismo ou socialismo, se espalhou como uma terrível peste pelo mundo todo. Para se evitar todo este mal meus filhos, é preciso rezar muito o meu Rosário (o terço), fazer penitência, ter devoção ao Sagrado Coração de Jesus Cristo e ao Meu Imaculado Coração." ------ Mãe da Bondade no Corgo da Igreja