Oração da Manhã
A+ / A-

Sábado, 06 de outubro de 2018

Isabel Figueiredo


Oração da Manhã - 06/10/2018
Oração da Manhã - 06/10/2018
O dia amanheceu coberto por nuvens baixas.
A neblina escondia todas as formas, tapava o mar,
não deixava ver o outro lado da rua.
Como se um mistério, enquanto realidade,
ganhasse forma palpável, se tornasse visível.
Há tantos dias assim. Incompreensíveis, desfocados,
capazes de nos esconder a verdade.
Nesta manhã de sábado, não Te peço, Jesus,
que nos dês apenas manhãs luminosas,
nem que a transparência seja permanente, nem a verdade banal.
Mas que eu não deixe de procurar para lá das sombras,
não deixe de me encantar pelo céu claro, nem pelo mar revolto.
Que eu não deixe de lutar pela verdade, nem de suspirar pela beleza.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.