• PS
    PS
    33,38%
    7DEPUTADOS
  • PPD/PSD
    PPD/PSD
    21,94%
    4DEPUTADOS
  • B.E.
    B.E.
    9,82%
    2DEPUTADOS
  • PCP-PEV
    PCP-PEV
    6,88%
    1DEPUTADOS
  • CDS-PP
    CDS-PP
    6,19%
    1DEPUTADOS
  • PAN
    PAN
    5,08%
    1DEPUTADOS
  • Aliança
    Aliança
    1,86%
    0DEPUTADOS
  • OUTROS
    OUTROS
    7,90%
    0DEPUTADOS
Freguesias apuradas: 3092 de 3092 | Abstenção: 68,63% | Votos Nulos: 2,69% | Votos em Branco: 4,25%Resultados em detalhe ▷
A+ / A-
Portugal

Vasco Faísca. "É o momento certo para jogar contra Itália"

10 set, 2018


Atual treinador-adjunto do Vilafranquense fez a maioria da sua carreira como jogador em Itália e destacou a renovação de mentalidade na "squadra azurra".

Vasco Faísca, atual treinador-adjunto do Vilafranquense, fez a maioria da sua carreira como jogador em Itália. Conhecedor profundo do futebol italiano, o antigo central acredita que este é o "momento certo" para Portugal defrontar a "squadra azurra".

Em declarações à Renascença, Faísca vê uma Itália "fragilizada" e com "pressão acrescida". "Se há momento certo para defrontar a Itália, é agora. Está fragilizada e ainda à procura de uma identidade nova".

"Pode ser um pau de dois bicos, porque os adversários podem estar com uma motivação extra. Sabem que é preciso dar mais, porque uma equipa como a Itália não pode estar fora do Mundial. Mas isto é uma pressão acrescida para os jogadores, muitos são jovens, o que pode trazer ansiedade e um rendimento inferior", adiantou.

O fim do "Catenaccio"

Com passagens pelo Vicenza, Padova, Ascoli, Matera, Maceratese e Virtus Francavilla, onde acabou carreira, Vasco Faísca analisou a mudança de paragidma no estilo de jogo típicamente italiano.

"Está em curso uma revolução cultural no futebol em Itália, que era conhecida pelo 'Catenaccio'. Defendiam bem e apostavam no contra-ataque, o que dominou durante anos o futebol de clubes e seleções".

"Há uma corrente de pensamento forte que está a ganhar força. Antes era uma minoria silenciosa. Esta luta encabeçada pelo Arrigo Sacchi luta para mudar este estilo italiano pouco estético, que é muito cínico e pragmático", adicionou.

Faísca acredita que esta alteração na mentalidade será o principal desafio de Mancini. "São precisos muitos anos de trabalho, até a nível de formação, para se mudar o 'chip' ao jogador italiano. Continuam a ser uma potência do futebol mundial e um país do futebol".

A partida entre Portugal e Itália tem data marcada para esta segunda-feira, às 19h45, no Estádio da Luz, a contar para a Liga das Nações. O jogo terá relato na antena da Renascença e acompanhamento, ao minuto, em rr.sapo.pt.


Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.